Moeda digital de bancos centrais não entusiasma população
Na Nigéria, menos de 0,5% dos cidadãos havia usado o eNaira após decorrido um ano de sua estreia
moeda digital, Moeda digital de bancos centrais não entusiasma população, Capital Aberto
Cerca de 85 bancos centrais estão envolvidos em projetos para criar moedas digitais (CBDCs) | Imagem: Freepik

Cerca de 85 bancos centrais estão envolvidos em projetos para criar moedas digitais (CBDCs), segundo dados do Banco de Compensações Internacionais (BIS). Entre eles está o Banco da Inglaterra, que, no mês passado, afirmou ser “provável” o Reino Unido lançar uma iniciativa nesse sentido. 


A Capital Aberto tem um curso online sobre tributação e sucessão de bens digitais. Confira!


Pagamentos mais baratos e rápidos, aumento da inclusão financeira e diminuição dos riscos criados por criptomoedas e bigtechs explicam o interesse dos BCs nas moedas digitais. O entusiasmo dos governos, no entanto, não encontra eco entre os cidadãos que eles representam. Segundo reportagem do Financial Times, boa parte da população não enxerga os benefícios que as moedas digitais podem oferecer. “Os bancos centrais estão focados nos preparativos técnicos, mas eles vêm percebendo que precisam de apoio público e político mais amplo antes de seguir em frente”, disse Eswar Prasad, professor de política comercial internacional da Cornell University, ao jornal. 

Nos países onde as CBDCs foram lançadas, a novidade não gerou o sucesso que se esperava. Na Nigéria — uma das quatro jurisdições a lançar uma moeda digital para o público, ao lado de Bahamas, Caribe Oriental e Jamaica — menos de 0,5% dos cidadãos havia usado o eNaira após decorrido mais de um ano da sua estreia, em outubro de 2021. Segundo Mosope Arubayi, economista nigeriano, a falta de confiança na moeda reduziu a aceitação entre a população. “As pessoas estão céticas e temem que seu dinheiro desapareça sem que ninguém possa ser responsabilizado”, afirmou Arubayi. 

A ideia também não decolou na China, que, em 2020, lançou um programa piloto em cidades selecionadas para desafiar o domínio dos aplicativos de pagamentos digitais, como o Alipay e o WeChat. Por lá, as transações realizadas por meio de sistemas desse tipo totalizaram 12,5 trilhões de dólares no terceiro trimestre de 2022. Já aquelas usando o renminbi digital movimentaram 14,5 bilhões de dólares.  

Matérias relacionadas 

As moedas digitais podem desbancar o dólar?

Finanças descentralizadas: um movimento sem volta

Grupos de investimento mergulham de cabeça no mercado de criptomoedas


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.