Indicador de tendências

Carta anual do CEO da BlackRock expõe expectativas da gestora para este ano

Gestão de Recursos / Internacional
/ 4 de fevereiro de 2018
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

A carta anual do CEO da BlackRock — cargo atualmente ocupado por Larry Fink — aos seus acionistas é uma espécie de indicador de tendências. O tamanho da gestora — são cerca de 5,7 trilhões de dólares sob gestão — faz com que tenha capacidade para influenciar a comunidade de investimentos como poucas. Neste ano, Fink destacou a importância dos fatores ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) para a sustentabilidade das empresas.

De acordo com o executivo, é essencial que as companhias façam uma gestão adequada desses fatores e que os conselhos de administração se certifiquem de que o trabalho está sendo cumprido. Fink frisou ainda que os boards devem prezar pela diversidade, convidando para integrá-los pessoas de diferentes gêneros, etnias, experiências e com modos de pensar diversos.

Já há algum tempo a BlackRock defende a necessidade de os investidores pressionarem as companhias para se engajarem nessas questões, principalmente porque boa parte deles aplica seus recursos em fundos de índice (ETFs) — que, por sua natureza, são bastante engessados. Fink também defendeu que os acionistas repensem o jeito como se relacionam com as empresas, esquecendo a ideia de apenas participar das assembleias anuais e se dedicando a conversar com as companhias ao longo de todo o ano.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Gestão de Recursos Internacional BlackRock Larry Fink carta aos acionistas Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Falta de coerência
Próxima matéria
PF deflagra Operação Pausare, que investiga desvios de recursos no Postalis



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Falta de coerência
É consenso científico que fumar faz mal e pode causar numerosas doenças, como câncer e enfisema pulmonar. Espera-se,...