Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Bancos americanos superam expectativas no 3º tri, mas futuro é incerto
Temporada de balanços se aproxima do fim com números positivos, mas banqueiros mantêm cautela e fazem alertas.
, Bancos americanos superam expectativas no 3º tri, mas futuro é incerto, Capital Aberto

A temporada de anúncio dos balanços do terceiro trimestre dos maiores bancos americanos está se aproximando do fim com resultados positivos.

Quase todos os principais bancos divulgaram números melhores do que os esperados, e suas ações vêm superando o S&P 500 nos últimos dias.

Apesar dos balanços positivos, os banqueiros têm expressado cautela e alertado para os riscos de uma desaceleração.


Fique por dentro das oportunidades de captação com ADRs e BDRs. Saiba mais clicando aqui!


“Este pode ser o período mais perigoso que o mundo viu em décadas”, disse o CEO do JPMorgan, Jamie Dimon, no relatório do banco.

Jane Fraser, CEO do Citigroup, disse que a dinâmica macroeconômica está impactando a percepção dos agentes econômicos.

“Estou perplexa com o quanto os CEO estão consistentemente mais pessimistas com 2024 do que há alguns meses.” 

Veja abaixo como os principais bancos americanos se saíram no terceiro trimestre do ano.

Goldman Sachs

O Goldman Sachs anunciou nesta terça-feira lucro de $ 2,1 bilhões, uma queda de 33% em relação ao ano passado.

O número, porém, veio acima do esperado e representa $5,47 por ações – acima dos $5,42 esperados por analistas.

A redução do lucro reflete, em grande parte, o impacto financeiro da reestruturação das operações do Goldman Sachs, que está reduzindo sua atuação no crédito ao consumidor.

A receita proveniente de bancos de investimento e negociação, tradicionais pontos fortes do Goldman, manteve-se praticamente inalterada em relação ao ano anterior.

Bank of America

Segundo maior banco dos Estados Unidos, o Bank of America anunciou um lucro de US$ 7,8 bilhões – 10% superior ao lucro do mesmo período em 2022.

O resultado, também divulgado nesta terça-feira,  equivale a um lucro por ação de US$ 0,90 – acima da previsão do mercado de US$ 0,83.

Apesar do resultado, o banco admitiu perdas não realizadas de US$ 131,6 bilhões, provocadas pela desvalorização de títulos que pretende manter até o vencimento.

As perdas com empréstimos também subiram de US$ 520 milhões em 2022 para US$ 931 milhões, o que levou o banco a aumentar suas reservas.

Balanços do terceiro trimestre

Na semana passada, JP Morgan, Citigroup e Wells Fargo, respectivamente o primeiro, o terceiro e o quarto maiores bancos americanos anunciaram na semana passada um lucro somado de US$ 22 bilhões.

O JPMorgan Chase superou com folga as estimativas dos analistas, com um lucro 35% maior do que em 2022.

O banco se beneficiou do aumento da receita com juros líquidos e da aquisição do First Republic Bank em maio.

O Citigroup anunciou lucro de US$ 3,5 bilhões, alta de 2%, e receitas de US$ 20,1 bilhões, com alta de 9%, sempre em relação ao terceiro trimestre de 20223.

Já o Wells Fargo apresentou lucro de US$1,48 por ação, em comparação com uma previsão do mercado de U$1,24 por ação e receita de $20,09 bilhões.

O banco afirmou que se beneficiou de uma maior receita de juros líquidos e receita não relacionada a juros, impulsionada por taxas mais altas e pelos investimentos realizados em seus negócios.

Leia mais:

FMI vê cenário global consistente com soft landing


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 9,90/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.