Entrevista: Gustavo Borba

Seletas / Bolsas e conjuntura / Reportagem / Edição 68 / 3 de março de 2017
Por 
Gustavo Borba O advogado Gustavo Borba chegou à diretoria da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em agosto de 2015. O fato de seu nome ser desconhecido nos círculos do mercado provocou um certo burburinho — antes de entrar na autarquia ele chefiava a Procuradoria Especializada da Junta...

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  CVM mercado de capitais companhias abertas Visanet regulação Fiscalização Henrique Pizzolato supervisão Gustavo Borba

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
De saída
Próxima matéria
Equity crowdfunding avança, mas restrições da CVM preocupam




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
De saída
Pouco antes do carnaval, a Vale anunciou que seu CEO, Murilo Ferreira, está de saída da companhia. Na internet não...