Occidental Petroleum é a “vítima” da vez de Carl Icahn

Polêmico investidor questiona publicamente plano de compra da petroleira Anadarko

Bolsas e conjuntura/N@ Web / 26 de julho de 2019
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Ilustração: Rodrigo Auada

Se alguém sentiu falta das palavras incisivas do investidor Carl Icahn, que já apontou sua metralhadora verbal para a Dell e o “colega” Bill Ackman e já fez a Apple ganhar 17 bilhões de dólares em valor de mercado após um simples tuíte, não precisa se preocupar. Ele está de volta, e o alvo da vez é a Occidental Petroleum. Icahn publicou em seu site uma carta criticando a empresa pela decisão de comprar a petroleira Anadarko sem consultar os acionistas.

“A Occidental perdeu pelo menos 12 bilhões de dólares em valor de mercado desde que foi noticiado seu interesse em comprar a Anadarko. Apesar disso, Hollub [Vicki Hollub, CEO da companhia], arquiteta do plano, não sofrerá financeiramente, já que ela recebeu 40 milhões de dólares nos últimos três anos e vai ganhar mais 14 milhões de dólares neste ano”, escreveu Icahn, conclamando outros acionistas a apoiar um movimento para substituir os conselheiros de administração da empresa. Do outro lado da briga, no entanto, está a Berkshire Hathaway, que comprou 10 bilhões de dólares em ações preferenciais da companhia para financiar a aquisição, em troca de dividendos polpudos — operação que, nos Estados Unidos, é vista como emissão de dívida.

Embora a proposta de Icahn tenha recebido apoio da consultoria de voto ISS, há quem ache que o investidor está, mais uma vez, usando sua influência para manipular o mercado. “Ele quer responsabilizar a companhia por seu investimento feito na hora e no preço errado”, comentou um usuário do Twitter. Em seu Twitter oficial, a Occidental Petroleum disse que tem um plano claro e delineado para gerar valor para seus acionistas após a compra da Anadarko e destacou que tem distribuído dividendos constantemente nos últimos 17 anos.


Leia também

A história do embate entre dois ícones do ativismo acionário

Aswath Damodaran demonstra como conciliar histórias e números na avaliação de empresas

Os próximos passos dos comitês de auditoria


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Twitter Carl Icahn Occidental Petroleum Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Os próximos passos dos comitês de auditoria
Próxima matéria
Uber inclui metas de diversidade na remuneração de executivos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Os próximos passos dos comitês de auditoria
Há 80 anos, a New York Stock Exchange (NYSE) recomendou que as empresas listadas adotassem “um comitê especial do conselho...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}