Crowdfunding é o novo smart money

Momento é favorável para empreendedores encontrarem as melhores condições para captar

Captação de recursos/Colunistas / 25 de março de 2018
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Frederico Rizzo*/ Ilustração: Julia Padula

Na hora de se levantar recursos para negócios em estágios iniciais, uma das máximas do empreendedorismo diz que se deve escolher muito bem de quem captar. Criar uma empresa do zero, seja para competir com gigantes ou explorar mercados inexistentes, é uma tarefa nada fácil, e que requer apoio dos mais variados — mentoria, conexões estratégicas ou a simples empatia do financiador. Por isso, investidores-anjo e fundos de venture capital passaram a rotular seu dinheiro como “inteligente” (smart money), considerando sua capacidade de agregar valor aos empreendedores.

Embora o dinheiro seja a menos diferenciável das commodities, os empreendedores se acostumaram com a ideia de que os fundos ou as pessoas com melhor reputação no mercado seriam os únicos investidores relevantes para seus negócios. No início, havia pouca gente com conhecimento necessário e capacidade para assinar cheques gordos para startups de alto risco. Entretanto, com a redução do custo de criação desses novos negócios e, mais recentemente, com a democratização do venture capital por meio do crowdfunding, mais pessoas tiveram a chance de acessar essa nova classe de ativos.

Nesse novo cenário, de maior abundância de capital e concorrência entre investidores, quem sai ganhando certamente são os empreendedores. Mas acredito que a maioria ainda não entendeu como alavancar seu (agora) maior poder de barganha e de que maneira é possível se beneficiar de novas regulações que permitem a atração de um novo tipo de capital, igualmente inteligente: o capital social. Em um mundo conectado — com negócios cada vez mais escaláveis que competem globalmente e em que efeitos de rede são cruciais —, os empreendedores que souberem cultivar comunidades e, de forma meritocrática, recompensar seus stakeholders, tendem a ter uma considerável vantagem competitiva.

No início deste mês tive a oportunidade de testar, pela terceira vez, o equity crowdfunding como um instrumento mais inteligente de captação. Ele possibilitou não apenas a obtenção de capital para minha empresa, mas também o alinhamento de incentivos com centenas de pessoas interessadas no produto que ela oferece. Em apenas 15 horas foi possível levantar 1 milhão de reais com 160 pessoas, empresas e até investidores institucionais. O processo não envolveu marketing ou divulgação por meio de assessoria de imprensa: a comunicação foi feita exclusivamente por meio de canais próprios (e-mail, blog e mídias sociais), com gente do Brasil inteiro que acompanha e admira o negócio.

A oferta pública acorreu alguns dias após a empresa fechar uma rodada privada com meia dúzia de investidores estratégicos, com quem já tinha algum tipo de relacionamento e interesse em estreitar laços. Para esses investidores foi separada uma alocação de 1,5 milhão de reais que, em duas semanas (por causa da escassez gerada e de um desconto de 12,5% no preço da ação), já estava oversubscribed em pelo menos 70%. Em função do perfil e do montante aportado por esses investidores, a eles foi oferecida uma ação conversível em ordinária, direito que os investidores da oferta pública não receberam.

O dinheiro inteligente hoje é aquele que não faz o empreendedor perder tempo e foco no negócio; que é mais barato e que exige que se abra mão de menos controle da empresa; que favorece a criação de marcas, de comunidades ou gera efeito de rede; e que, além de tudo isso, empodera os fundadores, para conseguirem encontrar mais rapidamente os investidores certos para seus negócios, nos melhores termos possíveis.


*Frederico Rizzo (frederico.rizzo@kria.vc) é fundador da plataforma de crowdfunding de investimento Kria




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Smart Money crowdfunding Startups Frederico Rizzo Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Conselhos de alto desempenho
Próxima matéria
Criptofundos entram na mira da SEC



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Conselhos de alto desempenho
A avaliação é uma ferramenta essencial para a construção de um conselho de administração de alto desempenho. Esse...