Após Japão e Rússia, Turquia planeja fundir bolsas

Captação de recursos/Bimestral/Internacional/Edição 100 / 1 de dezembro de 2011
Por 


A Bolsa de Valores de Istambul (ISE) e a TurkDex, principal bolsa de derivativos do país, localizada em Izmir, podem se fundir em breve. O movimento é o mais recente sinal de que os países com múltiplas bolsas estão sob pressão para consolidá–las, com o objetivo de reforçar a competitividade de seus mercados de capitais. Em novembro, as duas maiores bolsas do Japão (a de Tokyo e a de Osaka) anunciaram sua fusão. O mesmo caminho segue a Bolsa de Valores de Moscou e a Russian Trading System (RTS), cuja união é esperada para o fim do ano.

Em entrevista ao Financial Times, Hüseyin Erkan, executivo–chefe da ISE, afirmou que o governo da Turquia, controlador da Bolsa de Istambul, está descontente com a importância do mercado de capitais do país. Nesse sentido, a fusão da ISE com a TurkDex poderia alçar Istambul ao posto de centro financeiro da região. “O governo está ansioso para equiparar o mercado de capitais da Turquia, em termos de competitividade, com o de outros países.” Hoje, a Bolsa de Istambul detém uma participação de 18% na Russian Trading System. Erkan acredita que, após a fusão, o governo poderá privatizar a nova bolsa.

Além da ISE e da TurkDex, a Turquia tem mais de cem bolsas de commodities, a maioria comandada pelos municípios. “Os reguladores estão interessados em consolidar essas plataformas. Eles sabem que não é sustentável ter muitas delas na Turquia”, declara o executivo–chefe da ISE. De acordo com ele, a Bolsa de Istambul trabalha, atualmente, na formação de alianças com outras bolsas nos Bálcãs.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  ISE TurkDex Izmir RTS Rússia Japão Turquia Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Investidores continuam batalha pelo proxy access
Próxima matéria
OTCQX quer ter o dobro de companhias brasileiras até 2012



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Investidores continuam batalha pelo proxy access
A Securities and Exchange Commission (SEC) desistiu de implementar o proxy access, mas os investidores não. Em novembro,...