Aquisições movimentam a bolsa de valores

Gestão de Recursos/Temas/Edição 58 / 1 de junho de 2008
Por  e


Maio, mês das noivas, reservou dois anúncios de compromissos que agitaram o mercado. No dia 12, a família Cavalcanti comunicou que, após três meses de namoro, aceitou a GP Investimentos como sócia de sua companhia de ensino superior, a Estácio Participações. Outro bom partido que anunciou compromisso foi Eike Batista, que se propôs a comprar pelo menos 6,5% da Ideiasnet.

A companhia com participação em empresas de internet encontrou em Batista os milhões de reais que procurava desde o início do ano, quando desistiu de uma oferta de ações ao mercado. Devido aos trâmites legais, Batista ainda não consumou a parceria. Os acionistas da Ideiasnet têm preferência na aquisição das 15 milhões de novas ações, que vão injetar R$ 100,5 milhões na companhia. O empresário só vai oficializar o negócio se puder subscrever, no mínimo, 45% da nova emissão, o que significa 6,5% do capital. Caso consiga adquirir todas as ações, ficará com 14,5% da Ideiasnet. “É provável que os acionistas recusem a preferência e deixem Batista entrar. Será bom para a companhia ter um sócio de peso”, diz Jacqueline Lison, analista da Fator Corretora.

Neste caso, já está sendo. No dia do anúncio do acordo, 14 de maio, a ação da Ideiasnet subiu 17,45%. “Ele tem uma áurea de Midas, o que toca costuma virar ouro”, diz Jacqueline. Algo parecido ocorreu com a GP Investimentos. No dia do anúncio da compra de 20% da Estácio, as units da companhia saltaram 36,4%. Foram de R$ 14,37 para R$ 19,60. A gestora pagou R$ 16,50 por unit. No dia 27 de maio, os papéis já valiam R$ 22,70. Para Jacqueline, o fato de a GP Investimentos ficar com 40% dos assentos no conselho da Estácio explica, em parte, o desempenho do papel. “Dá para medir a força da parceira pelo desempenho da unit. Os movimentos desses grandes players são acompanhados por muitos investidores.”


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  investimentos Private equity e venture capital Ideiasnet Estácio Participações GP Investimentos Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
É a vez delas
Próxima matéria
Índice de hedge funds tem alta de 2,9% em 2008



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
É a vez delas
  Se o mar está revolto, use a ponte. Esta é uma boa dica para enfrentar a ressaca global, culpa das correntes...