Usiminas: Ternium e Nippon seguem atirando pedras

17/12/2014

Captação de recursos / Seletas / 17 de dezembro de 2014
Por 


A briga entre os dois controladores da Usiminas estourou em setembro, quando o presidente Julián Eguren e outros dois executivos, todos indicados pela Ternium, foram exonerados por iniciativa do presidente do conselho de administração Paulo Penido, da cota da Nippon. O episódio deixou clara a disputa entre argentinos e japoneses pelo poder da siderúrgica. O capítulo mais recente do duelo aconteceu hoje. Os demitidos entraram com uma ação judicial contra Penido para reivindicar reparação por danos morais.

Eguren, Marcelo Chara e Paolo Bassetti foram obrigados a deixar seus cargos porque receberam remuneração indevida. De acordo com a investigação conduzida por Penido, os executivos lucraram quase R$ 1 milhão por meio de um benefício, denominado bônus car, ao qual não teriam direito. Eles contestam a decisão. Em comunicado enviado pela assessoria de imprensa da Ternium, os argentinos argumentam que a remuneração faz parte do pacote de benefícios concedidos aos expatriados e que Penido está promovendo uma campanha difamatória contra eles.

A ação judicial é apenas mais um detalhe na pesada briga que os controladores travam na Usiminas. O poder da siderúrgica é altamente atrativo para os dois lados. De acordo com o acordo de acionistas firmado em 2012, quando o atual bloco de controle foi formado, os argentinos ficaram o comando executivo da companhia. No papel, o indicado ao cargo precisa do apoio de Ternium e Nippon, mas como os argentinos indicaram Eguren, em tese se perpetuaram no cargo — e este só foi destituído em votação que deixou o acordo de lado. Já os japoneses lucram com os contratos de fornecimento. De acordo com a Ternium, o contrato de assessoria que a Nippon mantém com a siderúrgica lhe rende US$ 2,4 milhões por ano.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Usiminas CAPITAL ABERTO mercado de capitais bloco de controle Acordo de acionistas Nippon Ternium Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Governança Coporativa e Petrobras
Próxima matéria
Real Estate Brazil Forum




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Governança Coporativa e Petrobras