Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Mercado de capitais se recupera em outubro e emissões superam 2022 no mês
Mês passado teve volume de R$ 46,1 bilhões, o terceiro melhor resultado do ano e 8% melhor do que em 2022.
mercado de capitais, Mercado de capitais se recupera em outubro e emissões superam 2022 no mês, Capital Aberto

Depois do melhor resultado do ano em setembro, as emissões no mercado de capitais voltaram a ter um bom desempenho em outubro, segundo dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

As emissões no mês passado chegaram a R$ 46,1 bilhões, o terceiro melhor resultado do ano, atrás apenas dos R$ 57,8 bilhões de setembro e dos R$ 46,7 bilhões de junho.

Entre janeiro e outubro, a captação acumulada foi de R$ 337,3 bilhões, retração de 24,4% em relação aos R$ 445,9 bilhões registrados no mesmo período de 2022.

Mas toda essa queda ainda é reflexo da retração do mercado nos primeiros meses do ano.

A média mensal de emissões do segundo semestre supera os 40 bilhões de reais, quase o dobro do valor médio no primeiro semestre, da ordem de R$ 20 bilhões.

O resultado de outubro também já supera o registrado no mesmo período do ano passado em 8%.

Mais uma vez, as debêntures lideram a captação, com R$ 28,5 bilhões em outubro, segundo melhor desempenho do ano, com alta de 24,8% em relação ao mesmo mês de 2022.

Mercado de capitais

A maioria das emissões nesse período foi direcionada para gestão ordinária dos negócios (38,2%) e investimentos em infraestrutura (34,8%). 

Os títulos de securitização (CR, CRI, CRA e FIDC) também tiveram um bom desempenho em outubro.

O volume conjunto de emissões chegou a R$ 12,2 bilhões no mês passado, superior à média mensal de 2023.

Nesse segmento, o destaque do mês foram os CRA (Certificados de Recebíveis do Agronegócio).

Em outubro, as emissões chegaram a R$ 6,1 bilhões, o maior valor de 2023, com um crescimento de 75% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Os FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário) também alcançaram em outubro o melhor desempenho do ano, com R$ 3,7 bilhões, alta de 141,6% em relação a 2022.

Nos dez primeiros meses do ano, o volume de emissões de FIIs somam R$ 20,8 bilhões, aumento de 39,9% na comparação com janeiro a outubro de 2022.

Leia mais:

Fitch: mercado de crédito privado tem “melhora significativa” no Brasil


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.