Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
ISS abre discussão pública sobre propostas de governança para 2008

No intuito de conhecer a opinião do maior espectro possível de investidores e agentes dos mercados de capitais em que atua, o Institutional Shareholder Services (ISS, adquirido pelo grupo RiskMetrics em agosto) abriu em seu website uma discussão pública acerca de dez temas de governança corporativa que considera relevantes para 2008. As questões são endereçadas a diferentes países e dizem respeito à formulação de políticas específicas a serem recomendadas pela consultoria. A ISS auxilia investidores institucionais ou individuais a avaliar as práticas adotadas por companhias abertas no mundo todo.O mercado norte-americano, que é também o de origem do ISS, é alvo da maioria dos temas. O primeiro deles são as chamadas “práticas contábeis agressivas”, que podem impactar a confiança dos investidores — como a adoção de métricas que inflam o lucro apurado, o uso excessivo de demonstrações pro forma, operações com partes relacionadas e outras que possam interferir na habilidade do auditor de fazer um julgamento independente. Também fazem parte da lista de questionamentos da ISS o “cumulative voting” para conselheiros — prática que permite a um acionista direcionar a um só candidato todos os votos a que tem direito em uma eleição (que é igual ao número de ações detidas multiplicadas pelo número de vagas) —, a preferência por membros independentes para presidir o conselho de administração, as práticas de remuneração não-atreladas à performance (chamadas de “poor pay practices”) e os modelos de precificação de opções.

Para Canadá, Bélgica e Holanda, a consulta pública tratará dos limites a serem praticados nos planos de opções concedidos a conselheiros que não são executivos da empresa. Para o Japão, será abordada a participação dos conselheiros nas reuniões, tradicionalmente baixa. O único tema de abrangência internacional é o “say on pay”, que exige a aprovação por meio de voto em assembléia dos pacotes de remuneração oferecidos para conselheiros e altos executivos. As opiniões e as respostas, que podiam ser enviadas até 1º de novembro, ficarão em sigilo. As políticas oficiais serão divulgadas a partir de janeiro do ano que vem.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.