Os bastidores do IPO

Captação de recursos/Especial/Reportagem/Temas / 1 de setembro de 2011
Por 


Vem crescendo, nos últimos anos, o universo de brasileiros que aplicam dinheiro na Bolsa. Entre 2002 e 2010, o total de investidores pessoas físicas na BM&FBovespa explodiu de 85 mil para 603 mil, um aumento de mais de 600%. Muitos deles embarcaram no mercado acionário atraídos por histórias fascinantes de empreendedorismo, protagonizadas por companhias que, pela primeira vez, realizavam uma oferta pública de ações, ou uma initial public offering. É daí que vem a sigla IPO, tantas vezes usada nos noticiários financeiros.

Bem diferente de adquirir papéis como os de Vale ou Petrobras, empresas com décadas de pregão, comprar ações de uma novata na BM&FBovespa pode ser um tiro no escuro. E o perigo só é maior se você, investidor, não souber quais informações são relevantes para conhecer a companhia e as condições da oferta. Cabe lembrar o que aconteceu em 2007, quando o recorde de 64 IPOs foi registrado na BM&FBovespa. Na época, a empolgação era tanta que algumas empresas entraram na onda e chegaram à Bolsa sem estar maduras o suficiente para arcar com as pressões e as exigências do mercado. Não estruturaram uma área de relações com investidores nem desenvolveram princípios de boa governança corporativa. As ações dessas companhias não demoraram a refletir nos preços os efeitos da listagem precoce. Muitos investidores se decepcionaram.

É, portanto, com o intuito de prevenir você de cair em ciladas desse tipo que preparamos este guia. Ele é um convite a uma viagem pelo mundo dos IPOs. Nos capítulos a seguir, vamos lhe mostrar, passo a passo, como é estruturada uma oferta de ações para abertura de capital e os riscos envolvidos nesse tipo de operação. Também fornecemos algumas ferramentas para você responder à pergunta que não sai da cabeça dos investidores: a ação está cara ou barata? Por fim, como sócio de uma empresa, propomos que conheça mais sobre seus direitos. Afinal, quando se trata de investimento em companhia aberta, seu trabalho, definitivamente, não termina na escolha da ação.

Boa leitura!


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Abertura de capital/ IPO Guia de Captações de Recursos Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Mudança de status
Próxima matéria
Salários em ascensão



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Mudança de status
Recorrer à poupança pública para captar recursos tem seu preço. E engana-se quem pensa que ele é apenas financeiro....