Fim da linha para corruptas



Entrou em vigor a Lei 12.846, que responsabiliza civil e administrativamente pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública. A norma tem muitos aspectos em comum com a Foreign Corrupt Practices Act (FCPA), lei anticorrupção dos Estados Unidos. Seu principal ponto é a punição a empresas que oferecem vantagens indevidas a servidores públicos em troca de benefícios a sua estratégia de expansão. A lei também prevê atenuação de penas a empresas que comprovarem possuir planos anticorrupção, códigos de ética e políticas de compliance. Para Marcel Medon, sócio da área de direito econômico do escritório Azevedo Sette Advogados, a novidade impacta diretamente a percepção dos investidores sobre compliance. “O fato de uma empresa correr riscos de punição pode ser determinante na hora do investimento”, avalia.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Estados Unidos CAPITAL ABERTO mercado de capitais compliance FCPA Foreign Corrupt Practices Act Azevedo Sette Advogados André Rossi Lei 12.846 lei anticorrupção Marcel Medon Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Leonardo Pereira
Próxima matéria
CVM do futuro



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Leia também
Leonardo Pereira
  Engenheiro e economista, Leonardo Pereira assumiu a presidência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em novembro...