BDRs não patrocinados estreiam com pouco volume



A ideia de negociar ações de companhias como Apple e Mc Donald´s ainda não seduziu os investidores brasileiros. Disponíveis no mercado de balcão da BM&FBovespa desde o dia 5 de outubro, os dez primeiros programas não patrocinados de Brazilian depositary receipts (BDRs) movimentaram juntos, em 15 pregões, apenas R$ 5,920 milhões — e mais de 30% dessa cifra correspondem a recibos de ações do Google. O Deutsche Bank, responsável pelos programas, acredita que os baixos volumes devem-se não só ao processo de aprendizado e amadurecimento do mercado, como também ao fato de ainda serem poucas as opções disponíveis desses DRs. “Em outros países, os volumes passaram a ser significativos quando se ultrapassou a barreira dos 100 ativos listados”, afirma Ricardo Nascimento, diretor do Deutsche Bank Brasil.A escassez de negócios também está relacionada ao público que tem acesso aos programas de BDRs. Por enquanto, apenas instituições financeiras e fundos de investimentos, além de administradores de carteira e consultores de valores mobiliários, estão autorizados a negociar os recibos.

“Em um ou dois meses, teremos mais investidores aptos a negociar”, diz Alexandre Atherino, sócio e diretor da corretora Indusval, prestador do serviço de formação de mercado dos programas explorados pelo Deutsche. O incremento poderá vir, no longo prazo, da liberação do acesso às fundações previdenciárias e, de forma mais rápida, da mudança do estatuto dos fundos. Apesar de a compra de ativos estrangeiros como os BDRs ser liberada dentro do limite de 10% nos fundos de ações e 20% nos multimercados, muitos fundos não preveem em seus regulamentos a possibilidade de comprar títulos ou valores emitidos por companhias não listadas.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  BDR Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Cetip se prepara para aumentar o controle sobre derivativos
Próxima matéria
Anbima e Amec desenvolvem portal para assembleia eletrônica



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Leia também
Cetip se prepara para aumentar o controle sobre derivativos
A Cetip, principal central depositária de derivativos do País, com cerca de 80% dos negócios, introduziu em junho, em caráter...