Mercado de capitais é um dos que mais tem conselheiras, aponta estudo da PwC

Seletas / Internacional / Edição 68 / 3 de março de 2017
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

Os mercados financeiros e de capitais ainda são, de maneira geral, dominados pelos homens. Mas eles figuraram entre os setores que mais têm presença feminina em cargos de chefia, de acordo com pesquisa da PwC. O levantamento mostra que 26% dos integrantes dos boards de organizações do setor bancário e do mercado de capitais nos Estados Unidos hoje são mulheres. Nas empresas que fazem parte do índice S&P 500 (que abarca as principais companhias americanas), esse percentual é de 21%. Para levantamento, a PwC analisou a composição de conselhos de administração de organizações de nove diferentes segmentos.

A pesquisa mostra que o setor de varejo sai na frente em termos de participação feminina nos boards, com uma média de 26% dos integrantes do sexo feminino, seguido por tecnologia e indústria farmacêutica (23%), infraestrutura e entretenimento e mídia (22%), seguros e indústria em geral (21%) e telecomunicações (20%). Apesar de estarem abaixo da média do S&P 500 nesse quesito, as empresas de telecomunicações estão entre as que mais contrataram mulheres para seus boards em 2016, junto com entretenimento e mídia e varejo.

A PwC também levantou médias de idade e de tempo de permanência no cargo dos conselheiros. É no segmento de seguros em que eles são mais velhos (64 anos) e em que ficam por mais tempo (dez anos). Já nos mercados financeiro e de capitais, as médias são de 63 anos de idade e oito anos de mandato. Os números estão em linha com a média verificada nas empresas do S&P 500 — o que não acontece quando se trata da porcentagem de empresas dos mercados bancário e de capitais em que o CEO acumula o cargo de presidente do conselho: isso ocorre em 86% das empresas analisadas, contra 52% do índice.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Internacional mercado de capitais diversidade Diversidade no board Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Não funcionou
Próxima matéria
Nas alturas




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Não funcionou
  A temporada de assembleias gerais ordinárias de 2017 marcou o primeiro ano de adoção obrigatória, para...