Relações com investidores no governo

21/7/2014

Sem categoria / 21 de julho de 2014
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Recentemente, a mídia veiculou que o governo federal estuda formar uma área de relações com investidores (RI), com o objetivo de dialogar de forma efetiva com o mercado. Na visão do Executivo, o trabalho focado dos profissionais de RI poderia ajudar na redução do custo de financiamento das captações públicas no Brasil e no exterior, além de melhorar a imagem do País na comunidade de investimento internacional.

Se a administração pública realmente implantar uma área de RI, deve ser parabenizada. É um início! Um primeiro passo que poderá contribuir para a imagem e a reputação do Brasil no estrangeiro. Não basta, contudo, somente criar uma mão nessa estrada de via dupla. Todo diálogo pressupõe interlocução! Ouvir é tão importante quanto falar.

Expor, esclarecer, ser transparente e prestar contas são tão importantes quanto ouvir, refletir e agir com base nas opiniões recebidas pelo mercado. Os agentes do mercado opinam, criticam, sugerem e contribuem para a melhoria da empresa, pois têm interesse direto na minimização de riscos. O mesmo vale para o governo. Cada sugestão ou crítica deve ser ouvida e pensada. Isso não implica que toda sugestão será implantada, mas que receberá reflexão adequada e resposta.

Uma das máximas da atividade de RI é: “O profissional é a voz da empresa no mercado de capitais e a voz do mercado dentro da empresa”. Adaptemos o mantra: cabe ao profissional ser a voz do mercado no governo, buscando atender às sugestões dos agentes do mercado.

O departamento de RI no setor público pode contribuir para fortalecer a reputação de transparência e credibilidade, atrair maior interesse do mercado e aumentar a visibilidade e a compreensão do Brasil pela comunidade financeira local e internacional. Os profissionais de relações com investidores podem ajudar o País a melhorar a transparência e prestação de contas no setor público, bem como a perceber as demandas do mercado investidor.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais governo federal Transparência demanda compreensão diálogo prestação de contas profissional de RI visibilidade Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
4º congresso de Direito Societário
Próxima matéria
O construtor da ponte




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
4º congresso de Direito Societário
  As Melhores Práticas de Mercado na Voz dos seus Representantes Jurídicos: Apresentação de Cases e Debates sobre...