Governo planeja alterar cobrança de imposto de fundos exclusivos

Confira os destaques da semana de 14/8 a 18/8

Semana / 20 de agosto de 2017
Por 


No último dia 15, o governo anunciou uma série de medidas para compensar o prognóstico de perda líquida de 42 bilhões de reais de arrecadação para 2018. Uma delas atinge os fundos de investimento exclusivos. O governo planeja alterar a sistemática de cobrança de imposto desses fundos. A ideia é que eles passem a ser tributados anualmente, e não apenas no resgate das cotas ou no encerramento do veículo, como ocorre hoje.

14/08

– Vale conclui processo de reestruturação societária e extingue a controladora Valepar. A partir de agora, os acionistas da mineradora passam a deter participação diretamente na Vale.

– BNDES fecha o primeiro semestre com lucro de 1,34 bilhão de reais. Em igual período do ano passado, o banco havia registrado prejuízo de 2,17 bilhões de reais.

15/08

– Em esclarecimento encaminhado à CVM, BRF confirma que seu conselho de administração aprovou o lançamento de uma marca de produtos processados com foco no público de baixa renda. O projeto ainda está em desenvolvimento e não foi informada a previsão de estreia no mercado.

– Estácio informa que não entrará com ações nas esferas civil e criminal contra seus antigos administradores. A companhia cogitava pedir reparação por inconsistências contábeis que obrigaram a empresa a reapresentar suas demonstrações financeiras de 2014 e 2015.

16/08

– Cade aprova com restrições a aquisição dos negócios de varejo do Citibank pelo Itaú.

– Light confirma informação divulgada pelo Valor Econômico e afirma que está avaliando eventual emissão de debêntures de infraestrutura no valor de 500 milhões de reais.

– Cade anuncia sua permanência na lista das dez melhores agências antitruste do mundo, segundo ranking da revista britânica Global Competition Review, especializada em política de concorrência e regulação. Neste ano, foram avaliados 38 órgãos espalhados pelo mundo.

– Magazine Luiza apresenta proposta para o desdobramento de seus papéis em circulação — nesse processo, cada ação ordinária será transformada em oito. A medida visa aumentar a liquidez da companhia e tornar as ações da varejista mais acessíveis aos investidores.

– Os anúncios de fusões e aquisições, ofertas públicas de aquisições de ações (OPAs) e reestruturações societárias somaram 32,7 bilhões de reais no primeiro semestre deste ano, de acordo com o boletim de fusões e aquisições da Ambima. O resultado é 46,8% inferior ao registrado nos seis primeiros meses de 2016.

17/08

– JBS encaminha documento para a CVM esclarecendo que a declaração de Wesley Batista (dada em conferência com analistas) de que a abertura de capital da empresa nos Estados Unidos deve ocorrer no segundo trimestre de 2018 é apenas uma aspiração pessoal do executivo, e não um compromisso com o mercado.

– Board das Lojas Americanas aprova entrada da companhia no Nível 1 da B3.

– Movida anuncia a aquisição da Fleet Services, locadora corporativa focada em veículos premium, por 22 milhões de reais.

– Senior Solution migra do Bovespa Mais para o Novo Mercado da B3.

18/8

–  CVM edita Instrução 589, que altera a norma de número 578. Com a mudança, os fundos de investimento em cotas de FIP (FIC-FIP) poderão manter a sua classificação como fundos de investimento em cotas, categoria que foi extinta com a edição da Instrução 578. De acordo com Antonio Berwanger, superintendente de desenvolvimento de normas da autarquia, a “mudança foi necessária por causa das regras tributárias, que conferem aos FIC-FIPs alíquotas mais favoráveis”.

– Arteris submete à Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) pedido de análise prévia para registro de oferta pública de distribuição de debêntures simples. A companhia planeja fazer uma emissão de 1,5 bilhão de reais.

 


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Regular ou não, eis a questão
Próxima matéria
Crowdfunding de investimento ganha regras específicas




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Regular ou não, eis a questão
Enquanto a Europa se prepara para lançar o pacotão regulatório MiFID II, os Estados Unidos prometem afrouxar — ou até...