Arbitragem favorece decisões assertivas

Especialização dos árbitros é uma das principais vantagens desse procedimento

Em Pauta / 14 de junho de 2018
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


vantagens da arbitragem

“Hoje, todos os grandes contratos têm cláusula arbitral, pelo fato de o nosso Judiciário ser muito lento e proferir decisões de pouca qualidade”, explica Paulo Macedo Garcia Neto, sócio do L.O Baptista Advogados

Um dos grandes diferenciais da arbitragem é a especialização. Ao contrário do que acontece no Judiciário, no qual os processos são designados arbitrariamente aos juízes, na arbitragem eles são julgados por advogados ou outros profissionais com conhecimento sobre o assunto em discussão.

Esse aspecto contribui para decisões mais assertivas e rápidas, uma vez que os árbitros são especialistas no assunto, afirmam Sílvia Bueno de Miranda e Paulo Macedo Garcia Neto, sócios do L.O Baptista Advogados. “Hoje, todos os grandes contratos têm cláusula arbitral, pelo fato de o nosso Judiciário ser muito lento e proferir decisões de pouca qualidade”, explica Neto.

vantagens da arbitragem

“É muito comum os árbitros não serem juristas e, sim, autoridades no assunto em questão”, comenta Sílvia Bueno de Miranda

A escolha do árbitro, portanto, é fundamental para o sucesso do procedimento. “Ele deve conhecer o caso e ter uma boa reputação. É muito comum os árbitros não serem juristas e, sim, autoridades no assunto em questão”, comenta Miranda.

Como não cabe ao Judiciário rever decisões tomadas nas câmaras de arbitragem, a companhia deve pensar bem antes de acionar a cláusula arbitral. “Ela vai gastar todas suas balas com isso, e é preciso que esteja segura de que obterá um resultado favorável”, ressalta Neto.

 

A Capital Aberto fará um curso sobre o tema “Arbitragem como solução de conflitos” nos dias 25 e 26/07. Você tem interesse em participar? Preencha o formulário abaixo e tenha acesso à programação e outras informações:

Leia a política de privacidade da Capital Aberto


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Quando recorrer à arbitragem?
Próxima matéria
Obrigado pelo cadastro



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Quando recorrer à arbitragem?
Método extrajudicial de resolução de conflitos, a arbitragem tem crescido exponencialmente no Brasil. As empresas que optam...