Fundo da BlackRock é o mais “sujo” do Reino Unido

Levantamento da organização não governamental americana As You Sow, dedicada à promoção de responsabilidade socioambiental entre os investidores, apontou o fundo Emerging Europe, da gestora BlackRock, como o veículo de investimento que mais tem recursos aplicados em companhias que poluem o meio …

Seletas/Internacional/Edição 55 / 4 de novembro de 2016
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

Levantamento da organização não governamental americana As You Sow, dedicada à promoção de responsabilidade socioambiental entre os investidores, apontou o fundo Emerging Europe, da gestora BlackRock, como o veículo de investimento que mais tem recursos aplicados em companhias que poluem o meio ambiente e emitem grande quantidade de carbono para a atmosfera. Para se ter uma ideia, o Emerging Europe é 176 vezes mais poluente que o fundo mais “limpo” da lista, pertencente à gestora Royal London Trust. O ranking elaborado pela ONG analisou 1,2 mil fundos do Reino Unido.

Ainda de acordo com a As You Sow, o fundo da BlackRock é cerca de 1.600% mais poluente que a média de todas as empresas do mundo, representada pelo índice MSCI All World Index, que reúne companhias de 23 países desenvolvidos e de 23 em desenvolvimento. O fundo também está bem à frente do segundo colocado, da Standard Life Investment, que está em torno de 600% acima do índice.

O jornal Financial Times informou que a participação que o Emerging Europe detém na holding russa Iter RAO, dona de vários ativos de energia, é a principal responsável pela colocação ruim no ranking. À publicação, a gestora se defendeu, dizendo que o universo de investimentos no leste europeu, região a que o fundo se dedica, está muito concentrado em empresas emissoras de carbono. Ironicamente, a BlackRock publicou, em julho deste ano, um relatório no qual comentava os riscos das mudanças climáticas e a importância de levá-los em consideração na hora de escolher em que companhias investir.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Reino Unido investimento BlackRock as you sow responsabilidade socioambiental Emerging Europe poluição Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Quem confia nos robôs?
Próxima matéria
Aprovação de contas



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Quem confia nos robôs?
A consultoria de investimentos Empiricus aposta, já há algum tempo, na técnica de marketing conhecida como long copy:...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}