Cercadas de dados

Como as organizações estão usando o big data e a inteligência artificial para criar oportunidades de negócio

Informações de Apoio / 28 de agosto de 2018
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Patrocínio

 

 

Programação

 

Os executivos já não precisam contar apenas com a sua experiência e intuição para tomar decisões.  Máquinas que conseguem aprender a partir de volumes gigantescos de dados podem ajudar nessa tarefa e colaborar para a criação de novas estratégias de negócio. Esse é um caminho natural, diante do aumento da competitividade entre as organizações e da complexidade do ambiente empresarial. Experiências diversas mostram que uma gestão avançada dos dados pode mudar radicalmente o posicionamento das companhias perante clientes e mitigar riscos. Como novas tecnologias, como a inteligência artificial e o big data, têm afetado o processo decisório nas empresas? Quais oportunidades elas geram para as organizações? Como a inteligência artificial pode ajudar na criação de empresas verdadeiramente baseadas em dados? Quais os riscos dessa estratégia? Como achar o equilíbrio entre o uso das inteligências humanas e das máquinas? Essas e outras questões serão debatidas nesse Grupo de Discussão. Participe!

 

8h15 – 9h00

 

Café da manhã

 

9h00 – 11h00

 

Debate

 

Claudio Luis Cruz de Oliveira

Professor na ESPM, na Fundação Vanzolini-USP e na Pós-graduação da ECA-USP. Trabalha desde 2000 com práticas de Big Data: Digital Analytics, Modelagem Estatística, Web Analytics e Business Intelligence. Sócio da Cognitive consultoria, foi executivo da Accenture, Grupo Santillana e AgênciaClick. Experiência em grandes projetos: BB Seguros, Mapfre, Sony, Volks, Secretaria do Meio Ambiente do RJ, Pepsi, Havaianas, TAM, Oi, Comgás, Fiat, Brasil Telecom, Sadia, Multibrás, entre outros. Autor de artigos e conferencista sobre Big Data em eventos nacionais e internacionais. Doutor, mestre e graduado pelo Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da USP.

 

Daniel Cassiano

Head of data do LuizaLabs do Magazine Luíza, foi executivo da Creditas e Dress and Go.  Vasta experiência desenvolvimento de software / sistema (principalmente back-end, mas também front-end), APIs, processamento de big data, plataformas de pesquisa e algoritmos e sistemas baseados em localização. Graduado em matemática pelo Mackenzie.

 

Gabriel Mariotto

Diretor de inteligência da Cielo, está há cinco anos e meio na empresa, onde montou e desenvolveu a área de Analytics, incluindo o lançamento e consolidação do portfólio de produtos Big data da companhia, como o Cielo Farol, ICVA, entre outros. Lidera a prática de Data-Driven Decision Making na agenda de evolução digital da Cielo. É formado em Engenharia pela Poli-USP, com mestrado em Negócios pela EAESP-FGV e cursos de extensão nas Universidades de Harvard e Yale.

 

 

Gustavo Artese

Sócio do Artese e Advogados Sócio de Artese e Advogados, Professor de Direito e Tecnologia da Escola Politécnica da USP (Poli-PECE); Chair do Chapter São Paulo do KnowledgeNet da IAPP – International Association for Privacy Professionals; Fellow da Information Accountability Foundation (IAF) no Brasil; Secretário Geral da Associação Brasileira de Direito da Tecnologia da Informação e das Comunicações (ABDTIC). Graduado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Master of Laws (LL.M.) pela University of Chicago Law School (E.U.A).

 

Joaquim Campos 

Ingressou na IBM em 1998 como trainee em IGF. Foi para Software Group em 2000 e ocupou diversas posições de vendas e cargos de liderança na Brand Tivoli e em Canais. Desde 2013, ocupava o cargo de Diretor da Business Unit de Security para a IBM América Latina, no qual se destacou pela criação e transformação da unidade. Teve ainda um papel fundamental na integração das verticais de produto e serviços, obtendo um crescimento acelerado nas áreas de Software, SaaS e Serviços. Sob sua gestão, a unidade apresentou um crescimento expressivo em renda. Formado em engenharia mecânica pela Escola Politécnica da USP e Administração com ênfase em Comércio Exterior. Cursou também MBAs em Finanças e em Marketing e Gestão de Vendas.

 

Juliano Tubino

Vice-presidente de Estratégia de Negócios, Digital e Marketing da TOTVS,  experiência de mais de 20 anos em empresas como Accenture, Microsoft e Amazon.  Graduado em Ciência da Computação pelo Mackenzie, MBA em Marketing pela Kellogg Executive Education nos EUA.

 

Luiz Ponzoni

Sócio da prática de Assurance/ Risk Assurance da PwC. Possui 25 anos de experiência em consultoria de análise e gestão de riscos de negócios em diversas indústrias, sendo 10 no escritório PwC em Belo Horizonte e 15 no escritório de SP (atual). Especialista na metodologia de conformidade SOX 404, tendo, desde 2002, participado de vários projetos de consultoria focados na Lei Sarbanes-Oxley. Desenvolveu projetos relacionados à gestão de riscos de negócios (estratégicos, operacionais, financeiros, tecnológicos e de conformidade) e melhoria de processos e controle internos. Alguns de seus clientes incluem: Banco Itau, Grupo Pão de Açúcar, Braskem, Fibria, TAM e LATAM Airlines. Nextel e Natura. Experiência em trabalhos com abrangência multinacional (especialmente Estados Unidos).Bacharel em Ciências Contábeis e em Ciências Econômicas pela Universidade Católica de MG/BH e MBA pela Fundação Getúlio Vargas.

 

 

Participantes

 

Alexandre Nigri – MCP REALTY

Alvaro Taiar – PwC

Angela Seixas – Prodesp

Antonio Dabus Filho – NeoUrbis

Bruno Pizzatto – ENGIE

Caio Ferro – Reamp

Camila Sena – ClickFUND

Catia Tamanini – Gosoft Informatica

Cineide Conceição Jorge – RB Serviços

Claudio Luis Cruz de Oliveira – ESPM

Daniel Cassiano  – LuizaLabs

Eduardo Georges Chehab – Tonon Bioenergia

Enio Lourenco – KPMG

Fabio Cajazeira – PwC

Fábio Murad – FMURAD PAR

Fatima Raimondi – 3RC – Ramos & Raimondi Representação e Consultoria

Federico Servideo – PwC

Felipe Contratres – LuizaLabs

Felipe Dal Belo – Thomson Reuters

Fernando – Gordon Valuations

Gabriel Ferreira Cruz – IDEAL H+K

Gabriel Mariotto – Cielo

Gabriela Evangelista – Ayni Desenvolvimento

Gabriela Ponte Machado – Pinheiro Guimarães

Geraldo Haenel – SOCICAM

Glauber Silva – Cielo

Guilherme Braguim – BRF

Guilherme Tamanini – Gosoft Informática

Gustavo Artese – Artese Advogados

Gustavo Ioschpe – Big Data

Gustavo Queiroz – brMalls

Guto Bellusci – Navis Design e Tecnologia

Humberto Farias – Âmbar Energia

Igor Yasuo Gushiken – Cielo

Isabela Meggiolaro – Drink Connection Brasil

Ivan Schara – Previ – Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil

Jair Neto – Brava Capital

Jaqueline Barbosa Brito Ferraz – Iochpe Maxion

João Sandoval – Stone

João Ximenez – Johnson & Johnson

Joaquim Campos – IBM

Juliano Tubino- TOTVS

Laércio de Sousa Silva – General Cable Brasil

Laís Ferros – PwC

Leonardo Cavallari Militelli – IBLISS Digital Security

Leonardo Giersztajn – Angá Asset

Leonardo Paiva Rocha – Norte Energia – Usina Hidrelétrica Belo Monte

Leonardo Rocha – Admiral Capital Partners

Liana Cunha – Thermo Fisher Scientific

Luciana Tanoue – Capital Aberto

Luiz Aguiar – Paranapanema

Luiz Ponzoni – PwC

Marcelo Zorovich – ESPM

Márcia Aguiar – PwC

Martin – RX PRO Tecnologia

Mauricio Muramoto – Sindipeças

Maurizio Niccolai –  Semantix

Mitchel Diniz – Capital Aberto

Patrick Peres – Vitacon

Paulo Caputo – Oria Gestão de Recursos

Paulo Junqueira – ICO Pool

Pedro Marins Freire – FIA

Priscila Tiemi Nakagawa – BRF

Regina Sanches – RMA

Ricardo Santana – KPMG

Sami Ribhi Shamali – ENGIE

Sandra Iuri Ayabe – Ayabe organização Contábil

Silvia Sumie Ayabe – Ayabe organização Contábil

Simone Azevedo – Capital Aberto

Sueli Berselli – Green Metals Sol Ambientais

Tania Gurgel – TAF Consultoria

Telma Rabello – TAG Investimentos

Thiago Negreiros – Nestlé Skin Health – Galderma

Thiago Pazetto – PwC

Thomas Brull – Aegea Saneamento

Vanessa Muglia – Ulhôa Canto, Rezende e Guerra Advogados

Yoshimiti Matsusaki – Finnet

 

 

Avaliação do evento

 

Acesse o formulário de avaliação clicando aqui.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  PwC big data inteligência artificial Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
ICO e bitcoins: regular ou não?
Próxima matéria
Lei das estatais



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
ICO e bitcoins: regular ou não?
Patrocínio   Programação No mundo inteiro, as criptomoedas e os ICOs (sigla, em inglês, para initial...