Boletim de voto à distância

Workshop sobre boletim de voto à distância realizado em 3 de setembro de 2015

Workshop/Encontros
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Criado com a Instrução 561 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o boletim de voto à distância entra em vigor no ano que vem com a promessa de ser um importante mecanismo de fomento à democracia nas companhias de capital aberto. Através dele o acionista poderá participar remotamente de assembleias ordinárias sem a necessidade de procurações. O voto poderá ser enviado diretamente à empresa ou encaminhado via custodiante ou escriturador de ações. A ferramenta tem como objetivo reduzir, de forma simples, a burocracia e os custos dos investidores para participar de encontros com acionistas e promete ampliar a voz dos minoritários na escolha de conselheiros. Neste workshop, exploramos as novidades da instrução e discutimos de que forma o boletim será capaz de atender à demanda dos investidores, assim como das empresas e dos prestadores de serviço que se prepararam para a realização das assembleias on-line, além das adequações e aprimoramentos possíveis.

No primeiro bloco, tivemos apresentações com os seguintes temas:

• Por dentro da 561: as regras para votação à distância em assembleias por Luciana Pires Dias, diretora da CVM

• A visão do investidor: questões solucionadas pela nova instrução e demandas ainda pendentes por Mauro Rodrigues da Cunha, Presidente da Amec.

No segundo bloco, foi realizado um debate entre palestrantes e convidados com o tema: “Um novo paradigma – Empresas de capital aberto, plataformas de assembleias on-line e custodiantes discutem as mudanças provocadas pela 561. Que tipo de adequação será necessária para atender às novas regras? Quais são as lacunas a serem preenchidas para um voto à distância mais eficiente?”.

Debatedores
Alexandre Garcia, diretor da Sherpany Brasil
Denys Roman, sócio do MZ Group
Guido Lemos, diretor de RI da Firb
Marina Oehling Gelman, diretora jurídica da Anima Educação

 


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Você sabe qual é seu burn rate?
Próxima matéria
Seminário de Logística e Infraestrutura



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Você sabe qual é seu burn rate?
Empreender é saber priorizar, por isso, tanto para quem investe quanto para quem toca uma startup, um dos grandes desafios...