Suzano cria comitê de sustentabilidade

Edição 33 / 1 de maio de 2006
Por 


Dentro de um processo de aperfeiçoamento de sua estrutura de governança corporativa, a Suzano Papel e Celulose empreendeu uma reformulação dos comitês ligados ao conselho de administração, procurando se adequar às melhores práticas do mercado. A nova estrutura será composta por um recém-criado comitê de auditoria — que virá reforçar a eficiência dos controles internos — e por dois comitês já existentes, que tiveram suas atribuições revisadas: o de gestão e o de estratégia, agora denominado comitê de sustentabilidade.

Este será coordenado por um conselheiro independente e composto por três membros da família Feffer, controladora da empresa. Seu objetivo é contextualizar as ações de curto, médio e longo prazos num conceito mais amplo de sustentabilidade — ambiental, social e econômica — e assessorar o conselho na disseminação desse princípio estratégico por todas as esferas da companhia. João Pinheiro Nogueira Batista, diretor financeiro e de Relações com Investidores, explica que esse processo de disseminação deverá culminar num novo sistema de organização do trabalho, em que as metas de cada divisão de negócios passam a ser orientadas por padrões de referência em sustentabilidade. “As atividades serão organizadas de uma maneira que se possa verificar a posição de cada meta atingida em relação aos padrões internacionalmente aceitos, fornecendo diretrizes para o futuro”, afirma.

 




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Corretora lança clube de investimento para IPOs
Próxima matéria
Dicas para levar na mala



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Corretora lança clube de investimento para IPOs
Em muitas das ofertas iniciais de ações (IPOs) realizadas nos últimos 18 meses, apenas uma pequena parcela...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}