Bolsa de Londres quer empresas de rápido crescimento

Captação de recursos/Internacional/Edição 115 / 1 de março de 2013
Por 


A Bolsa de Valores de Londres (LSE) terá, em março, um novo segmento de negociação. Trata-se do High Growth Segment (HGS), voltado à listagem de empresas com rápido potencial de crescimento. Para se listar nele, a companhia precisa ter registrado, ao menos nos últimos três anos, um aumento anual de faturamento de 20%. Outras condições são possuir free float mínimo de 10%, publicar um prospecto de oferta pública aprovado pelo regulador e ser constituída na União Europeia. O alvo do pregão londrino são companhias médias, com valor de mercado entre 300 milhões e 600 milhões de libras (entre R$ 900 milhões e R$ 1,8 bilhão).

Em nota oficial, o secretário do Tesouro da Inglaterra explicou que o novo segmento está alinhado com as ambições do país de ser “o melhor lugar do mundo para começar e fazer crescer um negócio”. Hoje, o Alternative Investment Market (AIM) é um dos mercados de acesso mais bem-sucedidos do mundo.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a criação do High Growth Segment visa a solucionar uma outra preocupação do governo: a preferência das start ups de tecnologia inglesas pelo mercado norte-americano. Nesse ponto, a exigência de free float mínimo de 10% do HGS — abaixo dos 25% praticados no mercado principal da bolsa londrina — será um ponto a favor. Além de o percentual ser o mesmo adotado pela Nasdaq, principal bolsa do mundo do setor de tecnologia, ele vai permitir que os empreendedores abram o capital mantendo um controle maior da companhia.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  bolsa de valores CAPITAL ABERTO mercado de capitais Bolsa de Londres União Européia London Stock Exchange Bruna Maia LSE High Growth Segment HGS The Guardian Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Emissão de dívida corporativa triplica no Peru
Próxima matéria
RIs homens ganham bem mais que mulheres



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Emissão de dívida corporativa triplica no Peru
Dentre os países latino-americanos, o Peru foi o que mais se destacou na expansão de dívida corporativa. Em 2012, as empresas...