Assimetria de informações preocupa a SEC

Captação de recursos / Internacional / Edição 112 / 1 de dezembro de 2012
Por 


A Securities and Exchange Commission (SEC) resolveu analisar com mais atenção as políticas de negociação das bolsas de valores norte-americanas. A preocupação do regulador é com a assimetria de informações causada pelo oferecimento de vantagens a grandes investidores em detrimento dos pequenos.

O principal alvo da investigação são tipos especiais de ordens, que permitem, por exemplo, que um investidor ganhe preferência em relação a outro em situações específicas. As ordens do tipo “Hide not Slide” estão dentre as mais polêmicas — elas ficam escondidas dos demais investidores e podem oferecer vantagens em algumas situações.

Esses produtos acabam beneficiando, principalmente, quem negocia com algoritmos de alta velocidade. Atualmente, as operações com high frequency trading (HFT) correspondem a mais de 50% do volume negociado no mercado de capitais norte-americano. A SEC desconfia que as bolsas podem ter fornecido a alguns investidores institucionais mais informações sobre como seus sistemas operam, deixando os pequenos acionistas em desvantagem.

De acordo com o Wall Street Journal, é bastante provável que a SEC passe a exigir mais transparência sobre o funcionamento das ordens especiais e sobre como elas interagem com as demais. Além disso, o xerife do mercado deve passar a ser mais rígido ao dar o aval para novos tipos de ordem. Até hoje, a SEC nunca rejeitou uma proposta de implantação desses instrumentos.

Os investigadores da SEC também estão preocupados com a forma como os dados sobre as negociações de alta frequência estão sendo fornecidos aos clientes e por eles utilizados. O receio é que as informações quanto ao fluxo de ordens nas bolsas de valores deem margem a injustiças, permitindo que alguns investidores detectem a colocação de grandes ordens de compra ou venda no mercado antes de outros.



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  SEC Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Auditorias se negam a colaborar com investigações
Próxima matéria
ETFs de emergentes abrigam ações de outros mercados




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Auditorias se negam a colaborar com investigações
Até hoje, a SEC enfrenta dificuldades para investigar fraudes contábeis detectadas, em 2011, em companhias chinesas listadas...