Nos elevadores da Faria Lima

Página do Facebook satiriza o modus vivendi de executivos concentrados na avenida paulistana

Bolsas e conjuntura/N@ Web / 20 de julho de 2018
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Conversinhas de elevador podem ser bem reveladoras a respeito dos lugares que se frequenta. Foi pensando nesse inusitado ambiente de comunicação que um grupo criou uma página de humor no Facebook para tirar sarro do modus vivendi dos executivos dos mercados financeiro e de capitais. O nome do perfil? “Faria Lima Elevator”, uma referência à avenida paulistana que concentra bancos, consultorias, assets e escritórios de advocacia. Mas não espere o seguidor da página encontrar pistas sobre quem está comprando quem ou qual executivo está na marca do pênalti para superar metas bilionárias. A ideia é provocar risos mesmo.

A página, que já recebeu o “curtir” de pelo menos 11 mil usuários do Facebook, passa o dia alfinetando os frequentadores da região da Faria Lima, do estagiário ao CEO. Uma postagem dá o tom: analisa o perfil dos transeuntes do bairro do Itaim Bibi, onde fica parte da avenida, com base nas bolsas que carregam. Uma mochila com símbolo de banco estrangeiro ou de butique de M&A indica um banqueiro bem-sucedido; uma mala com rodinhas em geral vem atrás de um jovem empreendedor que vai de prédio em prédio para apresentar o power point de sua empresa. Se o acessório tiver o logotipo de um banco de varejo ou de alguma agência reguladora, quem o carrega ganhou no sorteio da firma ou em algum evento — ou seja, o portador não deve ter lá muito cartaz.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Faria Lima Elevator Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
POC ou chaves nas incorporadoras?
Próxima matéria
Regulador britânico quer que empresas incluam trabalhadores nas decisões



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
POC ou chaves nas incorporadoras?
Assim como aconteceu entre os anos de 2009 e 2010, na introdução das normas internacionais de contabilidade no Brasil...