Complexa, fusão de BM&FBovespa e Cetip pode resultar em venda de ativos, diz analista

Seletas / Fusões e aquisições / Reportagem / Edição 53 / 21 de outubro de 2016
Por 
Ilustração: Rodrigo Auada A fusão da BM&FBovespa com a Cetip, anunciada em abril, está nas mãos do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) — que, na semana passada, declarou o caso formalmente “complexo”. Na prática, com essa atitude, o órgão de defesa da concorrência...

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  Bolsa de valores bmfbovespa cetip Cade M&A fusão da Bolsa decisão complexa

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Instrução 531 cria dificuldades para o mercado de FIDC
Próxima matéria
Sindicatos de investimento on-line são alternativa de acesso às startups vencedoras




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Instrução 531 cria dificuldades para o mercado de FIDC
Os fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs) são instrumentos juridicamente flexíveis para operações...