Por mais investimentos

Argentina reforma lei de mercado de capitais

Bolsas e conjuntura/Internacional / 25 de maio de 2018
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

No dia 9 de maio, o presidente da Argentina, Mauricio Macri, aprovou alterações na lei de mercado de capitais local, com os objetivos de incentivar o crescimento econômico do país e atrair mais investimentos de longo prazo. Com a novidade, os agentes do mercado passam a poder criar e negociar fundos de índice e a oferecer produtos mais arriscados para investidores qualificados. A reforma também dá fim à dupla taxação a que estavam submetidos investidores de fundos.

Outra boa notícia é que, agora, a Comision Nacional de Valores (CNV), reguladora local, não terá mais poder para nacionalizar companhias listadas em bolsa. A medida afugentava ainda mais os investidores do país, famoso pela constante instabilidade econômica.

Em relatório, a agência de risco Moody’s ponderou que as mudanças podem ser positivas no longo prazo, mas não irão mudar a visão dos investidores sobre o país do dia para a noite. Em entrevista à Bloomberg, o gestor de recursos Mark Mobius, famoso pelo seu otimismo com relação a mercados emergentes, disse que está cauteloso com relação a nações como Turquia, Brasil e Argentina, que devem passar por mais instabilidade no curto e médio prazo.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Argentina Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Já era hora
Próxima matéria
Greve de caminhoneiros coloca política de preços da Petrobras em xeque



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Já era hora
Stacey Cunnigham foi indicada para o cargo de CEO da Nyse nesta semana. Agora, as duas principais bolsas americanas são...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}