Derivados

Estilhaços da crise econômica aparecem em circunstâncias diversas do universo dos investimentos. Nesta Seletas, tratamos de algumas delas. Reportagem de Mariana Segala mostra que os investidores estão pedindo como nunca o ressarcimento de prejuízos à BM&FBovespa. Na média, essas solicitações …

Seletas/Editorial/Edição 50 / 30 de setembro de 2016
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Estilhaços da crise econômica aparecem em circunstâncias diversas do universo dos investimentos. Nesta Seletas, tratamos de algumas delas. Reportagem de Mariana Segala mostra que os investidores estão pedindo como nunca o ressarcimento de prejuízos à BM&FBovespa. Na média, essas solicitações cresceram quase cinco vezes, atingindo um recorde. O principal motivo são os pedidos de intervenção ou liquidação extrajudicial de participantes do mercado.

Em artigo deste número, o consultor Renato Bernhoeft comenta um item pouco lembrado pelos empreendedores e os capitalistas de risco ao fecharem negócio: as suas chances de se entenderem bem na sociedade. Aparentemente minimizado diante da expectativa de liquidez do empresário e de retornos do investidor, esse aspecto revela-se catastrófico para os negócios quando mal-sucedido, especialmente em situações de estresse econômico como a atual.

O colunista Raphael Martins também dá ênfase a um derivado das crises: as ações de indenização impetradas por investidores. Em uma série de artigos iniciada nesta edição, ele planeja desfiar as razões erradas pelas quais os acionistas brasileiros não podem ser ressarcidos diretamente em situações de danos causados por maus gestores de empresas privadas ou públicas.

Também nesta edição, o executivo Doug Anderson desmistifica o papel da auditoria interna nas crises institucionais. Estruturas e processos sozinhos, diz ele, não se traduzem em uma gestão adequada. Pessoas motivadas pela ética, elas sim, são capazes de proteger as corporações de escândalos.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  bmfbovespa CAPITAL ABERTO mercado de capitais Auditoria interna editorial simone azevedo crise econômica Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Fundo de garantia da Bolsa recebe número recorde de reclamações
Próxima matéria
Programa de distribuição de debêntures restrito a grandes empresas gera críticas



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Fundo de garantia da Bolsa recebe número recorde de reclamações
A liquidação de quatro corretoras em um intervalo de menos de quatro anos fez o mecanismo de ressarcimento de prejuízos...