Investimentos sociais

O que buscam as fundações no campo dos negócios de impacto

Informações de Apoio / 27 de julho de 2017
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


 

Programação

 

Ainda que de forma tímida, fundações e institutos de origem familiar e empresarial vêm investindo nos chamados negócios de impacto — empreendimentos com a missão explícita de gerar benefícios sociais ou ambientais ao mesmo tempo em que produzem resultado financeiro positivo de forma sustentável. A meta da Força Tarefa de Finanças Sociais, que reúne cerca de 20 organizações representantes desse ecossistema, é que até 2020 as fundações e associações direcionem 5% de seus investimentos e doações para o desenvolvimento desse campo de negócios no Brasil. Diante desse cenário, quais empreendimentos sociais têm mais chances de atrair o interesse das fundações? Entre ONGs e startups de impacto, há uma preferência? Quais são os aspectos jurídicos e tributários a que as fundações precisam se atentar? Há um mapeamento adequado dos riscos envolvidos? Essas e outras questões serão debatidas no próximo encontro do Grupo de Discussão Venture Capital e Empreendedorismo.

 

8h15 – 9h00

 

Café da manhã

 

9h00 – 11h00

 

Debate com convidados

 

André Gama

Conselheiro do Instituto InterCement e vice-presidente de suporte aos negócios da InterCement. Atuou nas empresas Neogera (EPC Am. Latina S.A.) Impsat Comunicações Ltda., BCP Telecomunicações e Motorola do Brasil. É formado em Engenharia Elétrica com MBA Executivo Internacional.

 

Célia Cruz

Diretora executiva do Instituto de Cidadania Empresarial. Atua como presidente do conselho do IMAFLORA, e dos conselhos do Sistema B Internacional, Fundo Elas e do Fundo BemTeVi. Foi diretora da Ashoka Canada, managing director da Ashoka Global Fellowship e diretora da Ashoka Brasil e Paraguai. Trabalhou no Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), onde coordenou o Programa Doar de desenvolvimento comunitário por dois anos, com a visão de implementar fundações comunitárias em cidades brasileiras. Criou a empresa de consultoria em captação de recursos, Philantropics em 1994 e trabalhou como diretora de desenvolvimento institucional da Escola de Administração de Empresas da FGV. Representou a Fundraising School of Indiana University’s Center for Philanthropy e lecinou cursos de captação de recursos e empreendedorismo social em diversas escolas como EAESP/FGV, FEA/USP, SENAC, FOS e em diversos programas no Brasil. É graduada em economia pela FEA/USP e tem seu mestrado pela EAESP/FGV com intercâmbios na ESSEC, França e York University, Canadá.

 

Daniel Izzo

Sócio da Vox Capital. É membro do Comitê Executivo Global da ANDE (Aspen Network of Development Entrepreneur), líder do Grupo de Trabalho de Investimento de Impacto na ABVCAP, vencedor do prêmio Trip Transformadores em 2016 e professor convidado do curso executivo de investimento de impacto na Said Business School em Oxford.

 

Fábio Deboni

Gerente executivo do Instituto Sabin. Atua na gestão do investimento social privado do Grupo Sabin. Atualmente coordena a Rede Temática de Negócios de Impacto no âmbito do Gife – Grupo de Institutos, Fundações e Empresas. Integra o Grupo de Fundações e Institutos de Impacto, criado a partir da Força Tarefa de Finanças Sociais e que tem como objetivo engajar estes atores a se tornarem investidores de impacto e a refletirem conjuntamente como se engajar neste campo. Está lançando seu novo livro “Reflexões contemporâneas sobre Investimento Social Privado”. Engenheiro Agrônomo e mestre em recursos florestais pela ESALQ/USP com 8 anos de experiência em gestão de políticas públicas no governo federal em diversos órgãos públicos.

 

Fernando Amiky Assad

Sócio fundador do Programa Vivenda. Após se envolver em processos de urbanização de favelas no estado de São Paulo, notou a oportunidade e a necessidade de se pensar formas alternativas de melhorar a qualidade de vida dos cerca de 40 milhões de brasileiros  que hoje vivem em moradias inadequadas. Dessa forma, junto a dois outros sócios, fundou o Programa Vivenda, um negócio social que realiza reformas de baixa complexidade e alto impacto social, focado em promover a melhoria da qualidade de vida da população de baixa renda. Vencedor do prêmio Empreendedor Social de Futuro 2015, organizado pela Folha de São Paulo e pela Fundação Schwab, É também membro da rede de líderes responsáveis da Fundação BMW, e Fellow Ashoka. É graduado e mestre em administração de empresas pela Universidade de São Paulo.

 

 

Filippe Barros

Analista sênior da equipe de dinamismo econômico do Instituto Votorantim. Após atuar em consultoria de estratégia e captação de recursos para projetos e instituições, foi cofundador da Associação Data4Good e sócio da Turbo Negócios Sociais. É graduado em Marketing pela ESPM, pós-graduado em Administração Estratégica pela FIA e mestre em Administração pela FEA-USP, com publicações sobre empreendedorismo, inovação e sustentabilidade em periódicos e eventos nacionais e internacionais.

 

Luis Dix

Gerente de relacionamento do Instituto Ayrton Senna. Tem quase 20 anos de experiência liderando equipes em grandes empresas como BankBoston, Banco Itaú, Hospital Albert Einstein, Y&R e mais recentemente na Allianz Seguros, em que teve a oportunidade de lançar a marca no Brasil e participar de projetos como o “Naming Rights” do estádio do Palmeiras (Allianz Parque), além da parceria do produto Allianz Auto com o Instituto Ayrton Senna. Formado em Administração de Empresa, ênfase em Finanças e com Mestrado Stricto Sensu em Comunicação e Marketing.

 

 

Rodrigo Menezes

Sócio fundador de Derraik & Menezes Advogados. Mestre em direito empresarial pelo IE – Instituto de Empresa (Espanha) e especializado em venture capital pela UC Berkeley.

 

 

Participantes

 

Alessandra Ceccon – Capital Aberto

Ana Flávia Gomes de Sá – SITAWI Finanças do Bem

Ana Paula Kleindienst – Derraik & Menezes Associados

André Gama – Instituto InterCement

Andrea Bacci – Panelli Motta Cabrera & Associados

Ariana Renata Pavan – Claritas Investimentos

Carlos Eduardo Alvares Gonçalves – Derraik & Menezes Associados

Célia Cruz – Instituto de Cidadania Empresarial – ICE

Cezar Augusto Aragão – Odebrecht

Daniel Izzo – Vox Capital

Douglas Yamashita – Miguel Silva & Yamashita Advogados

Fábio Deboni – Instituto Sabin

Fernanda Guerra – InterCement

Fernando A. Simões Filho – JSL

Fernando Amiky Assad – Programa Vivenda

Filippe Barros – Instituto Votorantim

Helena Brennand – Grupo Cornélio Brennand

Irina Santarossa – Derraik & Menezes Associados

Jacqueline Winandy – GPS Company

Luis Dix – Instituto Ayrton Senna

Luiz Caraça – Fundação Otacilio Coser

Marcelo Bento Oliveira – Dupont Spiller Advogados Associados

Mariana Salton – Din4mo

Mauricio Vidor – Semente Negócios

Michel Fleck – Family Office

Natalia Aguiar – Vox Capital

Nathalia Padilha Souza – FleishmanHillard

Patricia Santilli – FSB Comunicação

Pedro Ferreira – Derraik & Menezes Associados

Rafael Gomes Gobbi – PMKA Advogados

Rafael Vergueiro – Instituto Ayrton Senna

Rodolfo Viana – Fundação Espaço ECO / BASF

Rodrigo d’Utra Vaz – Gregario Capital

Rodrigo Menezes – Derraik & Menezes Associados

Rodrigo Takeuchi – Splice Family office

Simone Azevedo – Capital Aberto

Thais Vido de Moura – Schneider Electric

 

 

Avaliação do evento

 

Acesse o formulário de avaliação clicando aqui.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Mais leve
Próxima matéria
Insider pós-Lava Jato




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Mais leve
Sem poder contar com a forte expansão de demanda que fez a alegria das companhias aéreas até o início desta década,...