Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.
ETFs de commodities
Marco Avellaneda

, ETFs de commodities, Capital AbertoOs fundos de índice, conhecidos como Exchange Traded Funds (ETFs), foram regulamentados no Brasil pela Instrução 359 da CVM, em 2002. Hoje, há 14 deles listados na BM&FBovespa, atrelados a índices como Ibovespa e IDiv (de empresas que pagam bons dividendos). Mas e se existissem ETFs de metais como ouro e cobre ou mesmo de commodities como petróleo? Nos Estados Unidos e em outros países, essa ideia já está em prática. O SPDR GDL, por exemplo, tem cotas negociadas em quatro bolsas: Nyse, Tokyo, Hong Kong e Cingapura. Ele representa 1,286 mil toneladas de ouro, armazenadas fisicamente em depósitos especiais, e vale US$ 69 milhões.

Marco Avellaneda, professor da New York University (NYU), sugere modificar a Instrução 359 para regulamentar o funcionamento desses fundos. A instrução abarca somente os fundos de índice de ações de companhias brasileiras. Sua mercadoria favorita é o ouro, pois se adapta bem ao desejo dos brasileiros de se protegerem da inflação e estarem ligados a um ativo real. Além disso, pode ser uma maneira de atrair pessoas físicas para a bolsa de valores, já que o ouro é um investimento que inspira confiança.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.