Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Ações do Nubank fecham em alta de 5,52% depois do balanço
Lucro líquido ajustado do banco no trimestre teve alta anual de 247%
nubank, Ações do Nubank fecham em alta de 5,52% depois do balanço, Capital Aberto

As ações do Nubank fecharam com alta de 5,52% nesta sexta-feira (23), um dia depois de o banco divulgar lucro líquido ajustado de US$ 395,8 milhões no quarto trimestre de 2023 – cifra 247,8% maior que a registrada no mesmo período de 2022. No ano passado, a instituição lucrou US$ 1 bilhão, revertendo o prejuízo de US$ 9,1 milhões em 2022.

No começo do dia, porém, a ação chegou a cair. Para o sócio e analista da Mantaro Capital, Pedro Gonzaga, a volatilidade, com eventual queda, tem explicação. “É razoável assumir uma reação inicial negativa no preço das ações do Nubank ao resultado reportado ontem”, diz. E justifica: “O discurso de que a companhia prefere investir em crescimento futuro ao custo de um melhor resultado de curto prazo deve testar o horizonte de investimentos do acionista médio de Nubank”.

Na quinta-feira (22), em nota divulgada pelo banco, o fundador e CEO da instituição, David Vélez, sinalizou planos para o futuro: “Estamos desbloqueando a oportunidade ainda não totalmente explorada da nossa carteira de empréstimos com e sem garantia, aumentando nossa participação no segmento de alta renda no Brasil e fortalecendo nossa presença no México e na Colômbia a partir do lançamento de novos produtos e recursos”.

“Entendemos a fala como: agora é a hora de plantar e não de colher”, avalia Gonzaga. “Esse tipo de estratégia é coerente com discurso da companhia e tende a favorecer perspectivas melhores. Por isso, seguimos construtivos com o longo prazo”, conclui.

Apesar da visão positiva para o longo prazo, para o analista, o custo de captação de depósitos e as despesas administrativas do último balanço decepcionaram. “Surpreenderam negativamente, prejudicando o momento de resultados em uma ação que teve alta importante no passado recente”. Em 2023, os papéis do banco na B3 dispararam em 103,54%.

Novos clientes

Na avaliação do diretor financeiro da instituição, Guilherme Lago, o aumento da clientela é uma das grandes causas da disparada dos lucros no ano passado. “Foram três fatores: aumento do número de clientes ativos, aumento da monetização do cliente ativo e a manutenção de uma estrutura de custo muito eficiente”, disse ele à Reuters.

O Nubank encerrou 2023 com quase 93,9 milhões de clientes – crescimento de 25,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Para 2024, a previsão é superar 100 milhões em 2024, de acordo com a nota divulgada à imprensa.

No Brasil, a base de clientes atingiu 87,8 milhões em dezembro, com alta anual de 23,8%. No México, cresceu 62,5% em um ano, para 5,2 milhões. Na Colômbia, atingiu cerca de 800 mil, crescimento de 41,6%.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 9,90/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.