Dores do crescimento

A batalha dos investidores por maior participação nas assembleias de acionistas tem tudo para ganhar um novo — e próspero — capítulo neste ano. Conquistará amplitude o chamado boletim de voto a distância, cujo uso será obrigatório para um total de 94 companhias listadas na bolsa. As primeiras …

Seletas/Editorial/Edição 71 / 24 de março de 2017
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


A batalha dos investidores por maior participação nas assembleias de acionistas tem tudo para ganhar um novo — e próspero — capítulo neste ano. Conquistará amplitude o chamado boletim de voto a distância, cujo uso será obrigatório para um total de 94 companhias listadas na bolsa. As primeiras experiências, contudo, envolvem queixas, como mostra a reportagem de Yuki Yokoi. Para investidores, um dos principais benefícios será ter mais tempo para fazer indicações de nomes ao conselho junto com os controladores.

Também nesta edição, uma entrevista com a diretora de regulação de emissores da BM&FBovespa, Flavia Mouta, indica os principais desafios quando se trata de elevar a regulação dos níveis diferenciados. Assuntos palpitantes, como a obrigação de oferta pública de aquisição de ações, deverão ser mais uma vez enfrentados pelas companhias.

Na esfera legislativa, outra tentativa de mudança de patamar. No ano passado, a edição da Lei Complementar 155 levou novidades importantes para as startups, entre elas alguns artigos que distinguem os aportes feitos por investidores em dois grupos: os que dão direito a propriedade e influência e os que apenas oferecem participação nos lucros. A intenção parece ser boa, mas o conjunto da obra pode não fazer sentido na prática, como mostra o artigo de Alfredo Divani.

Em sua coluna, Evandro Buccini retrata o Brasil que, tristemente, estacionou. Na sequência do seu texto anterior, que diagnosticou a baixa produtividade brasileira, ele agora se debruça sobre as razões para o País ter se acomodado entre os piores do mundo nesse quesito. A solução, avisa Buccini, será uma tarefa para gerações.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais Startups voto à distância boletim de voto editorial simone azevedo Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Estão abertas as inscrições para a 8ª edição do Congresso da Bolsa
Próxima matéria
Regulamentação da LIG pode atrair recursos novos para o Brasil



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Estão abertas as inscrições para a 8ª edição do Congresso da Bolsa
Invista em você e tenha contato com as últimas tendências na 8ª edição do Congresso Internacional de Mercados Financeiro...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}