Bolsa lança série de livros sobre cases inspiradores de abertura de capital no Brasil

Quem no Brasil já estudou as áreas de administração ou economia, seja num curso de graduação ou mesmo de pós-graduação, provavelmente teve pouco ou nenhum contato com o tema mercado de capitais. Não são muitas as escolas de negócios que exploram a temática — em particular o acesso ao mercado via …

B3 / 10 de fevereiro de 2017
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Quem no Brasil já estudou as áreas de administração ou economia, seja num curso de graduação ou mesmo de pós-graduação, provavelmente teve pouco ou nenhum contato com o tema mercado de capitais. Não são muitas as escolas de negócios que exploram a temática — em particular o acesso ao mercado via abertura de capital, o chamado IPO, sigla em inglês para “initial public offering”.

Pensando em preencher essa lacuna, a Bolsa trabalhou, nos últimos dois anos, na elaboração da série de livros Histórias que Inspiram: Casos de Abertura de Capital no Brasil. As publicações — que ficarão disponíveis para os interessados no “Vem pra Bolsa”, canal da BM&FBOVESPA voltado à capacitação da empresa brasileira — vão auxiliar professores e alunos com o compartilhamento de experiências e motivações das companhias brasileiras que abriram capital nos últimos anos.

Baixe agora a versão on-line do primeiro livro da série.

IPOs no Brasil

O IPO pode ser definido como a primeira oferta pública de ações de uma empresa no mercado primário. Nesse processo, a companhia emite ações para captar recursos para financiar seus projetos de investimento.

Dentre as razões que explicam a pouca atenção ao tema, destaca-se a própria configuração desse mercado no Brasil. Do ponto de vista prático, o mercado de capitais brasileiro progrediu consideravelmente só a partir do ano 2000. Mas com a concretização de importantes avanços institucionais e regulatórios, que aperfeiçoaram os mecanismos existentes para proteção ao investidor, e a criação dos segmentos de listagem pela BM&FBOVESPA (para classificação das empresas conforme o nível de governança corporativa adotado), iniciou-se um ciclo de aprimoramento que perdura.

Temos um mercado jovem e ainda em evolução. O ano de 2007 ficou marcado pelo expressivo número de IPOs no País (64). A partir de então as empresas brasileiras passaram a avaliar, mesmo que timidamente, essa alternativa de captação ou de liquidez patrimonial na hora de traçar o planejamento estratégico.

O mundo acadêmico, contudo, não acompanhou esse desenvolvimento. Alguns autores se debruçaram sobre a análise dos IPOs, mas a maioria das escolas de negócios não incluiu o tema e as experiências das empresas brasileiras na grade dos seus cursos. Nas escassas ocasiões em que o assunto é abordado nas aulas, os alunos deparam-se com diversos casos — mas quase sempre de empresas estrangeiras.

Visibilidade para cases de sucesso

Ciente da importância dessa abordagem já no início dos estudos, a BM&FBOVESPA questionou professores das principais universidades brasileiras e todos foram enfáticos: não há casos brasileiros prontos para inclusão de uma forma didática nas aulas. Mais uma evidência da importância de uma série como Histórias que Inspiram: Casos de Abertura de Capital no Brasil.

Embora tenha características que atendem perfeitamente as necessidades acadêmicas, a série não é voltada apenas ao uso educacional. O conteúdo diferenciado permite aos leitores em geral uma reflexão profunda pautada em casos reais do ambiente de negócios brasileiro.

O primeiro livro da série apresenta quatro casos, cada um selecionado por uma especificidade do acesso da empresa ao mercado de capitais:

Linx S.A: caso de desinvestimento de um fundo de private equity
Multiplus S.A: aborda um spin off (cisão em uma empresa já existente)
Helbor S.A: abertura de capital de uma empresa familiar
Raia Drogasil S.A.: dois IPOs distintos e uma futura fusão de duas companhias já abertas

Todos os livros da série serão distribuídos para as principais bibliotecas do País (para mais informações, entre em contato com a Bolsa pelo e-mail empresas@bvmf.com.br). A BM&FBOVESPA espera que essa iniciativa contribua para a educação em administração e economia e, consequentemente, com a formação dos futuros executivos e empreendedores. Boa leitura!

Adriana Barreto, integrante da Superintendência de Prospecção de Empresas da BM&FBOVESPA




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  abertura de capital IPO bmfbovespa mercado de capitais canal BM&FBovespa Vem pra Bolsa Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Acessos
Próxima matéria
Para poucos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Acessos
As novas tecnologias constroem acessos às informações e aos bons produtos. É o que vemos acontecer com a distribuição...