Healthtechs e telemedicina

encontro online

o que esperar

O novo coronavírus impõe ao mundo a maior crise sanitária dos últimos anos e coloca as atenções de investidores e consumidores sobre a área da saúde, abrindo um campo promissor para as healthtechs. Atualmente, o Brasil abriga 542 startups do gênero — algumas delas dedicadas a oferecer serviços de cuidado com a saúde a distância, a chamada telemedicina, especialidade que ganhou evidência diante da necessidade de isolamento social. Quais oportunidades a pandemia abre para as healthtechs? Quais atributos os investidores buscam e