Gestão e governança no século 21

Confira o vídeo do Grupo de Discussão sobre Ética e Governança

Vídeos / 17 de maio de 2018
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Desafio inclui transformação verdadeira da cultura empresarial. É difícil contestar a ideia, cada vez mais consolidada entre líderes empresarias, de que a fragilidade ética é um grande empecilho ao avanço dos negócios no Brasil. Na avaliação de Alexandre Di Miceli, sócio da Direzione Consultoria e autor do livro Ética empresarial na prática, um grande desafio para as organizações é encontrar maneiras de garantir um comportamento ético para além das normas — internas inclusive.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Propósito lucrativo
Próxima matéria
Avanços no uso da blockchain



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



A partir de maio, companhias integrantes da União Europeia ou outras localidades que processem dados pessoais de cidadãos europeus passam a ter que cumprir a Regulamentação Geral de Proteção de Dados (GDPR, na sigla em inglês), que endurece as penalidades aplicáveis às empresas em caso de vazamento de dados. No Brasil, ainda não há um marco regulatório para a proteção de informações pessoais, mas este é um assunto que vem sendo discutido pelo legislativo. “A lei de privacidade, quando acontecer no Brasil, vai ser um chacoalhão equivalente ao das leis para o consumidor.”, Marcel Leonardi, diretor de políticas públicas do Google. “Não adianta ter apenas a preocupação com a ética dos dados, sem ciberseguranca. Isso parece ainda não estar claro para os conselhos de administração.”, Edgard D’Andrea, sócio da PwC.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Propósito lucrativo
Próxima matéria
Gestão e governança no século 21



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Propósito lucrativo
O tempo do discurso engajado está se esgotando. Agora é a capacidade de concretizar propósitos que dá o tom dos negócios...