Primeiro ano do Informe CBGC

Confira o vídeo do Grupo de Discussão sobre Governança em Cias Abertas



Neste ano, pela primeira vez, todas as companhias emissoras de ações registradas na categoria A da CVM tiveram que preencher o Informe sobre o Código Brasileiro de Governança Corporativa (CBGC). O documento, composto por 54 práticas recomendadas, segue o modelo do “pratique ou explique”. Ou seja, caso a companhia não adote determinada prática, é necessário que justifique o motivo. No primeiro ano de adoção, 108 empresas entregaram o informe. Em suas explicações, precisaram se debruçar sobre assuntos delicados, como acordo de acionistas, transações com partes relacionadas e gestão de riscos. Qual o balanço dessa primeira experiência? As justificativas dadas pelas empresas atenderam às expectativas de investidores e regulador? Quais foram as principais dificuldades enfrentadas pelas empresas no preenchimento do informe? O que pode ser melhorado para o próximo ano?


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar!

Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui > 2

teste

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Governança CVM IBGC companhias abertas código de governança Informe CBGC Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
O desafio imposto pelas fake news
Próxima matéria
Fundos de corporate venture como veículos de inovação aberta



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Leia também
O desafio imposto pelas fake news
Com o avanço das redes sociais, boatos, meias-verdades e até textos disfarçados de reportagens isentas — as chamadas...