A ascensão dos robôs

Confira o vídeo do Grupo de Discussão sobre Tributação

Tributação/Vídeos / 9 de abril de 2019
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


O ambiente tributário brasileiro é cada vez mais desafiador para as empresas. De um lado, o Fisco, bastante rigoroso no seu trabalho de fiscalização, detém um volume gigantesco de dados bem organizados e é altamente informatizado. De outro, empresas enfrentam pressão para rever custos e promover melhorias qualitativas em sua gestão fiscal. Nesse ambiente, a automação de processos por meio de robôs de plataformas digitais (RPA – Robotic Process Automation) surge como uma alternativa capaz de proporcionar eficiência e redução dos custos com atividades padronizadas, repetitivas e baseadas em regras predefinidas. Diante do rápido avanço da tecnologia, não seria descabido imaginar que, no futuro, até mesmo funções mais complexas possam ser exercidas por “robôs”. Qual será o impacto dessa novidade nas carreiras dos profissionais da área tributária? Até que ponto a automatização de processos tende a crescer na área tributária? E mais: pensando na robotização crescente das atividades, em todas as searas da economia, qual o efeito tributário para as empresas e a sociedade? De que forma a novidade atinge, por exemplo, a arrecadação para a previdência social?




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  tributação robôs inteligência artificial Robotização fiscal Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Open banking no Brasil
Próxima matéria
Nova chance para os FIPs



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Open banking no Brasil
Já adotado com sucesso na Europa, o open banking começa a ganhar adeptos no Brasil. A tecnologia parte do pressuposto de que os dados...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}