TAM apresenta balanço ao vivo para funcionários

Bimestral/Relações com Investidores/Temas/Edição 81 / 1 de Maio de 2010
Por 


As transmissões ao vivo pela internet (webcast) se firmaram como mais um canal de comunicação das companhias com os seus investidores. Na TAM, porém, o uso dessa tecnologia para falar de balanços e perspectivas foi além. Com mais de 25 mil empregados no Brasil e no exterior, a empresa aérea TAM vem adotando a ferramenta para apresentar, ao vivo, os dados de suas demonstrações financeiras a todos os funcionários. As explicações dos números ficam a cargo do presidente da companhia e de outros executivos convidados.

O procedimento já se tornou uma rotina na empresa. Os funcionários sabem que, após a divulgação obrigatória do balanço para o mercado, eles serão os primeiros a ouvir do presidente uma explicação sobre os resultados alcançados. Segundo Jorge Helito, gerente de relações com investidores (RI) da TAM, essa iniciativa ajuda a difundir a cultura de companhia aberta. “Nosso objetivo é, inclusive, falar com aquele profissional que está lá em Stanford, há milhares de quilômetros de distância, e que talvez nunca tenha tido a oportunidade de entender o balanço da companhia”, afirma.

Durante o webcast, os funcionários podem enviar perguntas que são respondidas ao vivo. Há, também, um cuidado para que a linguagem usada na apresentação seja a mais didática possível. “Em alguns escritórios, os funcionários se reúnem para acompanhar o webcast e até o transmitem em um telão, como se fosse Copa do Mundo”, conta Helito. Os profissionais que, devido à diferença de fuso horário, não podem acompanhar a transmissão ao vivo têm a chance de assistir à gravação posteriormente, na intranet ou por meio de um site de acesso restrito. A tecnologia usada para essa transmissão é produzida pela CdClip, empresa especializada no desenvolvimento de plataformas de comunicação pela internet.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Relações com investidores Balanços e Relatórios Anuais Divulgação de informações/Disclosure Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Círculo de Companhias ganhará novos integrantes
Próxima matéria
"Distressed assets" trazem boas oportunidades



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Círculo de Companhias ganhará novos integrantes
O Círculo de Companhias — criado em 2005 pela Corporação Financeira Internacional (IFC) e pela Organização para a Cooperação...