Relatório evidencia efeitos da crise nas principais bolsas

Captação de recursos/Temas/Internacional/Edição 64 / 1 de dezembro de 2008
Por , , e


Números do último relatório da World Federation of Exchanges (WFE), entidade que reúne as principais bolsas do mundo, apontam uma queda profunda na capitalização bursátil de todos os 55 membros da federação.

A Bolsa de Nova York (Nyse) apresentou, em outubro, capitalização de US$ 10,3 trilhões para o total de companhias listadas, valor 36,7% menor que no mesmo mês do ano passado. Nas principais bolsas européias, o tombo foi maior. A Bolsa de Londres (LSE, na sigla em inglês) viu, no mesmo período, sua capitalização de mercado ruir 51,1%, enquanto a Euronext perdeu 52,8%.

O relatório também aponta tendência de regressão no número de empresas listadas. Na LSE, havia, em outubro, 3.156 companhias, 4% a menos que no mesmo mês de 2007. Na Euronext, a queda foi de 14,3%. Contrariando a tendência na Europa, a Nyse apresentou, em outubro, número de companhias 6,5% maior que no ano passado.

No quesito valor total de negociação de ações, a Nyse também destoou das bolsas do Velho Mundo. Em 2008 (até outubro), a bolsa americana negociou mais de US$ 30 trilhões — incremento de 26,2% em relação ao mesmo período de 2007. Em Londres, os negócios neste ano (US$ 5,9 trilhões) representaram valores 34,8% menores que no intervalo entre janeiro e outubro de 2007. Com US$ 4 trilhões negociados, a Euronext observou declínio de 15,4% no ano.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  mercado internacional Bolsa de valores Índices de ações EUA Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Comprar com ações cria valor no longo prazo, diz pesquisa
Próxima matéria
Novos índices para investimentos em sustentabilidade



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Comprar com ações cria valor no longo prazo, diz pesquisa
Pagar com ações a compra de outra companhia cria valor para os acionistas da empresa adquirente? A resposta é sim, pelo...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}