Senadores democratas contra recompra de ações

Projeto de lei propõe limitação à prática, com a intenção de fazer escoar recursos para investimentos produtivos

Relações com Investidores/N@ Web / 8 de fevereiro de 2019
Por 


Senadores democratas contra recompra de ações

Ilustração: Rodrigo Auada

As empresas americanas têm usado dinheiro de caixa para recomprar parte das suas ações. A atitude sinaliza a avaliação das companhias de que seus papéis na bolsa estão subvalorizados; com menos ações em circulação os preços sobem, essa é a lógica. Só que muita gente vê nisso um problema: a estratégia serviria apenas para elevar o retorno para os acionistas — e, consequentemente, os salários dos executivos. Os senadores democratas Charles Schumer e Bernie Sanders propuseram uma lei para limitar o uso do instrumento, o que suscitou um intenso debate sobre o tema nas redes sociais. Muitos consideraram o projeto autoritário e “socialista”; outros o enxergaram como salutar, à medida que o dinheiro destinado às recompras poderia ser usado para investimentos, geração de empregos ou aumento de salários de funcionários. “Imagine se as empresas S&P 500 tivessem distribuído os 4,5 trilhões de dólares que gastaram em recompras desde 2010 como dividendos. Isso representaria um aumento desse porte de renda adicional para famílias, em vez do acúmulo de ações que podem perder metade do seu valor na próxima recessão”, comentou um usuário do Twitter. Ele fazia referência a um estudo do J.P.Morgan, que na verdade analisava o período entre 2008 e 2018.


Leia também

Debate sobre salários de CEOs vai além da transparência

Regras da OPA: As normas da Instrução 361 e da Lei das S.As. para as ofertas públicas de aquisição de ações

As controvérsias da joint venture de Boeing e Embraer 


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  recompra de ações salários de CEOs Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Depois de anos de intensa alta, salários de executivos tendem a subir menos
Próxima matéria
Mudanças climáticas pesam no bolso



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Depois de anos de intensa alta, salários de executivos tendem a subir menos
A remuneração dos CEOs das empresas integrantes do S&P 500, que vinha aumentando num ritmo de até 6% ao ano desde...