Os desafios da Nova Economia

CPFL Energia/Captação de recursos/Temas/Informe/Guia de investimentos em bolsa de valores / 1 de setembro de 2012
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


 

Ultimamente o mundo tem sofrido com o fato de não se encontrarem meios possíveis para manter, no futuro, os padrões atuais de consumo, em função da limitada disponibilidade dos recursos naturais. Isso tem muito a ver com a realidade do Brasil e, mais especificamente, com a da CPFL Energia, no que tange a geração e distribuição de energia.

Para lidar com esses enormes desafios e, ao mesmo tempo, aproveitar as oportunidades trazidas pela Nova Economia, é indispensável a exata compreensão dessa temática, com o intuito de viabilizar as atividades de geração e distribuição de energia dos pontos de vista econômico, social e ambiental.

O Brasil, hoje, possui 73% da geração elétrica proveniente de fontes hidráulicas, contribuindo para que 83% de sua matriz elétrica seja renovável. Entretanto, é necessário suprir uma demanda crescente por eletricidade, e que, de acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), deverá aumentar 4,5% ao ano até 2020.

Para atender a essa realidade, a estratégia do governo brasileiro prevê a continuidade do desenvolvimento da geração hidráulica, uma fonte limpa, renovável e segura, para a qual temos know-how tecnológico e uma cadeia produtiva bem estruturada. Além disso, novas fronteiras estão sendo desenvolvidas, como a geração advinda de fontes eólicas, solar e cogeração a bagaço de cana-de-açúcar. Vemos, portanto, uma diversificação saudável da matriz elétrica brasileira, sempre a partir de fontes renováveis, respeitando claramente os princípios de sustentabilidade.

Mas crescer acima de tudo já não é suficiente. É preciso desenvolver o senso coletivo de responsabilidade socioambiental para que haja o resgate de milhões de pessoas que ainda não têm acesso a itens essenciais como água, alimentos e energia, garantindo os seus direitos fundamentais. É necessário assegurar que a energia chegue até o consumidor final com qualidade e preços baixos. Investimentos em redes inteligentes e eficiência energética têm se acelerado nos últimos anos, o que é de fundamental importância para proporcionar a prosperidade das gerações atuais e das que estão por vir.

Como empresa que gera, distribui e comercializa energia elétrica, a CPFL Energia tem um papel importante não somente no setor elétrico brasileiro, mas também em todas as comunidades em que atua, sempre na busca pelo desenvolvimento sustentável.

O Brasil necessita aumentar a eficiência energética de seus processos produtivos, investir na diversificação de sua matriz energética, na qual as fontes limpas e renováveis são predominantes, e aumentar a qualidade do fornecimento de energia ao consumidor. Isso a CPFL Energia faz com excelência. É a maior empresa privada do setor elétrico brasileiro e também integrante do Índice de Sustentabilidade Empresarial, o ISE, da BM&FBovespa.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CPFL Energia Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Acionistas mascarados
Próxima matéria
O despertar dos relatórios integrados



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Acionistas mascarados
  A BM&FBovespa se prepara para divulgar sua interpretação sobre um conceito amplamente usado pelo mercado:...