ONU e PRI incentivam teleconferência de sustentabilidade

Relações com Investidores/Temas/Edição 109 / 1 de setembro de 2012
Por 


Apesar da importância que vem ganhando no mundo empresarial desde a década de 1990, o tema sustentabilidade ainda é um assunto distante da rotina da maioria dos departamentos de relações com investidores (RI) — situação que a Rede do Pacto Global, da Organização das Nações Unidas, e o grupo Princípios para Investidores Responsáveis (PRI) querem mudar. Para isso, promovem, até a metade do ano que vem, o projeto ESG Investor Briefing. A iniciativa propõe que as companhias apresentem, por meio de uma teleconferência, o seu desempenho em questões sociais, ambientais e de governança (ESG, na sigla em inglês), como forma de treinarem a exposição de informações de sustentabilidade aos investidores.

A primeira teleconferência foi realizada no fim de julho pela SAP e contou com a participação de 37 signatários do PRI. Segundo Danielle Chesebrough, diretora de engajamento de investidores da Rede do Pacto Global, as empresas poderiam incluir nas suas apresentações de resultados trimestrais aos analistas informações sobre sustentabilidade.

A organização do projeto planeja que, até a metade de 2013, sejam realizadas de 10 a 15 apresentações. Além da SAP, estão confirmados nomes como Enel, AkzoNobel, NovoNordisk e Eni.

“Por enquanto, os participantes são, principalmente, companhias europeias e norte-americanas, mas queremos incluir empresas de todo o mundo, inclusive do Brasil”, conta Danielle.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  ONU Princípios para Investidores Responsáveis Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Pequenos desunidos
Próxima matéria
Informação para estrangeiros



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Pequenos desunidos
Tudo começou em fevereiro, com a decisão do acionista controlador, o Itaú Unibanco, de fechar o capital da Redecard. O banco...