O pulso do dono

Em meio à avalanche de demissões mundo afora, nem os altos executivos são poupados. Nessa hora, controladores preferem voltar ao comando

Governança Corporativa / Temas / Reportagem / Edição 66 / 1 de fevereiro de 2009
Por 

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  companhias familiares WTorre Schincariol Bertin

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Tempo de reforma
Próxima matéria
Novos ingredientes




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Tempo de reforma
O mercado de capitais não será mais o mesmo. Essa é a conclusão do novo presidente da Associação Nacional dos Bancos...