Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


O movimento começou devagar. Em alguns casos, parecia claro que se tratava de puro marketing — nada mais que um trabalho rotineiro de associação de marca para agradar o consumidor e ganhar a sua simpatia. Em outros, desconfiava-se de que a crença era real, mas pouco se entendia sobre as suas razões. De um jeito ou de outro, o fato é que o conceito de sustentabilidade se transformou em algo verdadeiramente relevante nas organizações empresariais. E hoje é encarado pelos acionistas como um aspecto fundamental para a sobrevivência do negócio.

As iniciativas de sustentabilidade revelaram-se, com o tempo, altamente associadas à lucratividade. Reduções no uso da água, substituição de matérias-primas, gestão de resíduos e outros processos ecoeficientes mostraram-se capazes de melhorar não apenas a imagem da companhia mas também a última linha do seu balanço. Ao mesmo tempo, novas linhas de negócios foram descobertas com a ebulição do consumo responsável, abrindo e diversificando o leque de receitas.

Nesta Coletânea de Casos — a primeira da série voltada ao tema —, reunimos histórias de companhias abertas que acharam um ponto de encontro entre o desenvolvimento sustentável e as suas necessidades de negócios. Também apresentamos empresas que encontraram uma forma diferenciada de tratar o tema internamente ou em suas relações com os stakeholders — além de um exemplo do lado contrário, em que o descuido gerou transtornos e prejuízos.

Assim como as demais publicações da série Coletâneas de Casos elaborada pela CAPITAL ABERTO, esse suplemento se propõe a ser apenas uma síntese de exemplos que inspirem boas reflexões sobre o tema. Não houve, portanto, nenhuma pretensão de estabelecer um ranking ou de eleger as melhores companhias em cada quesito.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  sustentabilidade responsabilidade social Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Assembleias à vista
Próxima matéria
Sustentabilidade na pauta corporativa



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Assembleias à vista
Uma nova cultura de divulgação de informações e uma mudança no posicionamento dos agentes de mercado ante os processos...