Mercado busca incentivos para ofertas de pequenas e médias

Captação de recursos/Temas/Edição 108 / 1 de agosto de 2012
Por 


O Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec) trabalha na elaboração de um plano de ação que poderá favorecer o Bovespa Mais: a Estratégia Nacional de Acesso ao Mercado de Capitais. Seu principal objetivo é estender o uso do mercado a um número maior de companhias, investidores e de intermediários, partindo do princípio de que empresas de porte diminuto enfrentam restrições para captar recursos de maneira eficiente. Nos próximos meses, o Ibmec reunirá as sugestões práticas enviadas por entidades representativas do setor. “A proposta final será levada ao comitê executivo do projeto em novembro”, afirma Thomás Tosta de Sá, presidente-executivo do Ibmec.

O projeto é uma espécie de sucessor do Plano Diretor do Mercado de Capitais, conjunto de diretrizes criadas em 2002 para desenvolver o mercado. Depois de dez anos, o plano é dado como encerrado, segundo Tosta de Sá, já que a maior parte das metas iniciais teria sido alcançada — dentre elas, a harmonização da contabilidade brasileira ao padrão internacional. Viabilizar o Bovespa Mais é uma das prioridades da BM&FBovespa. Por essa razão, no fim de maio, a Bolsa liderou uma expedição, com a participação de membros do governo e outros convidados, a alguns dos mais bem-sucedidos mercados de acesso do mundo, como os do Reino Unido e da Coreia do Sul.

A viagem trouxe alguns aprendizados. Um deles é de que as emissões de companhias pequenas e médias requerem especialização de intermediários. “Só na Coreia do Sul são mais de 60 intermediários especializados no mercado de acesso”, disse a diretora de desenvolvimento de projetos da BM&FBovespa, Cristiana Pereira, durante evento organizado pela Bolsa em julho. Ela também relatou que, no geral, as empresas desses mercados publicam suas informações financeiras somente em meio eletrônico. (Colaborou Danilo Gregório)




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Bovespa Mais bmfbovespa Ibmec Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Código de governança nacional
Próxima matéria
Estrangeiros poderão investir mais na China



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Código de governança nacional
Mercados desenvolvidos, como Reino Unido e Alemanha, ou emergentes, como a África do Sul e a Malásia, contam com códigos...