Usiminas: Ternium e Nippon seguem em disputa

Legislação e Regulamentação/Seletas/Edição 137 / 1 de janeiro de 2015
Por 


usiminasA briga entre Nippon e Ternium, os dois controladores da Usiminas, estourou em setembro, deixando clara a disputa pelo controle da siderúrgica. O duelo iniciou quando o presidente Julián Eguren e outros dois executivos, todos indicados pelos argentinos, foram exonerados por iniciativa do presidente do conselho de administração Paulo Penido, da cota dos japoneses. O capítulo mais recente aconteceu no dia 17 de dezembro: os demitidos entraram com uma ação judicial contra Penido para reivindicar reparação por danos morais.

Eguren, Marcelo Chara e Paolo Bassetti foram obrigados a deixar seus cargos porque receberam remuneração indevida. De acordo com a investigação conduzida por Penido, os executivos lucraram quase R$ 1 milhão por meio de um benefício, denominado bônus car, ao qual não teriam direito. Eles contestam a decisão. Em comunicado enviado pela assessoria de imprensa da Ternium, os argentinos argumentam que a remuneração faz parte do pacote de benefícios concedido aos expatriados. Os executivos afirmam que Penido estaria promovendo uma campanha difamatória contra eles.

Ilustração: Grau180.com




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais remuneração justiça Nippon Ternium danos morais bônus car Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
A volta do pêndulo
Próxima matéria
Operação Lava Jato gera oportunidades de M&A



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
A volta do pêndulo
O Google, buscador mais popular da internet, parece ter respostas para tudo. Inclusive para as discussões em torno do emblemático...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}