Programa de dedos duros recebe mais de 300 denúncias

Bimestral/Legislação e Regulamentação/Internacional/Edição 100 / 1 de dezembro de 2011
Por 


Em pouco menos de dois meses, a Securities and Exchange Commission (SEC) recebeu 334 dicas sobre possíveis violações de leis relacionadas ao mercado de capitais no âmbito do programa de dedos–duros instituído pela lei norte–americana Dodd–Frank. As denúncias foram registradas entre 12 de agosto — data em que as regras do programa tornaram–se efetivas — e 30 de setembro, de acordo com o relatório divulgado, em novembro, pela agência reguladora norte–americana.

Os três principais tipos de denúncias recebidos pela SEC se referem a manipulação de mercado (16,2%); problemas em divulgações corporativas e demonstrações financeiras (15,3%); e fraudes em ofertas de valores mobiliários (15,6%). A Securities and Exchange Commission também recebeu indícios de problemas em ofertas não registradas (5,4%); de violações à lei contra práticas de corrupção no exterior (FCPA, na sigla em inglês) (3,9%); e de uso indevido de informações privilegiadas (7,5%).

Até agora, a agência não pagou nenhuma recompensa aos denunciantes, mas afirma que tem US$ 452 milhões em seus cofres para esse fim. Atualmente, 170 ações de enforcement têm potencial de gerar premiações. Conforme as regras do programa, os delatores podem ganhar quantias que variam de 10% a 30% das sanções monetárias acima de US$ 1 milhão aplicadas pela SEC, pelo Departamento de Justiça (DOJ) ou por outras agências reguladoras.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  SEC enforcement DOJ programa de dedos-duros Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Bolsa de Xangai está pronta para atrair estrangeiros
Próxima matéria
Governança de empresas do FTSE preocupa ingleses



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Bolsa de Xangai está pronta para atrair estrangeiros
A Bolsa de Xangai está "praticamente pronta" para permitir que emissores estrangeiros vendam ações em seu pregão, anunciou...