Gestores gastarão mais para combater lavagem de dinheiro

Legislação e Regulamentação/Edição 119 / 1 de julho de 2013
Por 


A Lei 12.683, conhecida como a nova lei de lavagem de dinheiro, entrou em vigor em 2012, mas só agora, com a edição da Instrução 534 pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o arcabouço regulatório está completo. Publicada em junho, a norma consolidou a ideia de que todos os participantes do mercado supervisionados pela autarquia são responsáveis por monitorar operações que possam promover os crimes de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores. Nesse grupo estão os gestores de recursos, que já contabilizam em suas planilhas de gastos os custos de atender à norma.

A gestora Evergreen, especializada em fundos de investimento em participações (FIPs), é uma delas. Precavida, incluiu em seu orçamento a contratação de uma consultoria jurídica permanente para assessorá-la com o cumprimento da Instrução 534. “O objetivo é rever os contratos, avaliar o compliance da gestora e verificar situações de risco”, explica Luiz Gustavo Cardoso, diretor financeiro e responsável pelo compliance da Evergreen. O executivo afirma já ter enviado um alerta ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), anterior à edição da regra da CVM, por avaliar que estava diante de uma transação suspeita. “O cliente fez uma operação acima de sua capacidade financeira e com perfil de risco que também destoava de seu histórico”, esclarece.

Na visão de um gestor de family office, os custos de cumprir a norma serão maiores para as gestoras que lidam com produtos sofisticados, direcionados a clientes de alta renda. Porém, o maior problema, em sua visão, será avaliar quais situações devem gerar notificação. “As circunstâncias previstas na instrução são apenas exemplificativas? Ou o nosso papel está cumprido se todo o check-list for feito?”, questiona.

A instrução apresenta 16 situações passíveis de monitoramento e notificação. Entre elas, destacam-se: transferências privadas de valores mobiliários sem motivação aparente; negócios que fogem do perfil de risco do cliente; transações em que não é possível identificar o beneficiário final; e operações liquidadas em espécie. “A norma é exemplificativa, mas expõe situações bastante abrangentes”, avalia Erik Oioli, sócio do escritório Vaz, Barreto, Shingaki e Oioli Advogados. Mesmo que não encontrem nada suspeito, gestores e demais participantes submetidos à regra devem enviar uma comunicação negativa ao regulador até 31 de janeiro de cada ano.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Lei 12.683 Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Mero paliativo
Próxima matéria
Eleição de funcionário para board no BB atrai 600 candidatos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Mero paliativo
O principal órgão do sistema de governança corporativa é o conselho de administração. Sua existência deve ser estimulada...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}