Criptofundos entram na mira da SEC

Regulador quer saber como gestores precificam esses ativos

Legislação e Regulamentação/Internacional / 25 de março de 2018
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

Hedge funds que investem em moedas digitais estão sob escrutínio da Securities and Exchange Commission (SEC). A reguladora do mercado americano está examinando as práticas de diversas assets que alocam recursos em initial coin offerings (ICOs). Como os hedge funds se abastecem da poupança dos investidores, a SEC quer garantir que os gestores estão fazendo uma avaliação adequada dos ativos, disseram fontes do mercado à agência de notícias Bloomberg.

Para tanto, a SEC enviou um comunicado a vários fundos que investem em moedas digitais, perguntando como eles precificam os investimentos e se adotam procedimentos para evitar que empresas mal-intencionadas roubem o dinheiro dos investidores. Alguns fundos foram inclusive intimados a depor na divisão de enforcement da SEC, responsável por investigar e punir quem infringe regras do mercado de capitais.

Há no mundo pelo menos 220 fundos que se dedicam a investir em criptomoedas, totalizando 3,5 bilhões de dólares sob gestão. Esses veículos, em grande parte, administram menos de 150 milhões dólares e não são obrigados a se registrar na SEC — são regulados pelos estados em que estão sediados. Apesar de a parcela de recursos investida em criptomoedas ser pequena perto do total de 3,2 trilhões de dólares sob gestão de hedge funds, o regulador vem buscando entender melhor o funcionamento desse mercado.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  SEC regulador criptomoedas ICOs Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Crowdfunding é o novo smart money
Próxima matéria
Injeção de responsabilidade



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Crowdfunding é o novo smart money
Na hora de se levantar recursos para negócios em estágios iniciais, uma das máximas do empreendedorismo diz que se deve...