Conflitos expostos

SEC quer mais transparência dos corretores de investimento

Legislação e Regulamentação/Internacional / 27 de abril de 2018
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

A Securities and Exchange Commission (SEC) propôs, na semana passada, a edição de uma regra para exigir que os corretores de investimento sejam transparentes com relação a conflitos de interesse capazes de prejudicar seus clientes. Para tanto, o regulador sugere, entre outras iniciativas, que eles divulguem aos investidores de varejo um breve resumo, de até quatro páginas, com informações sobre seus serviços, as taxas que recebem pela venda de produtos e seus padrões de conduta. A SEC também propôs restrições ao uso do termo “consultor” pelos corretores.

De acordo com The Wall Street Journal, o mercado reagiu bem à ideia. Com cerca de mil páginas, a minuta da norma ficará em audiência pública por 90 dias. Ela está sendo chamada pela SEC de “Regulation Best Interest”. Seu objetivo é obrigar as corretoras a agir no melhor interesse dos clientes de varejo ao fazerem recomendações de valores mobiliários ou de estratégias de investimento.

A norma recebeu críticas do partido democrata. Ela foi considerada pouco rígida por não proibir, por exemplo, práticas controversas como concursos internos feitos pelas corretoras para alavancar a venda de determinados produtos.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  SEC Corretoras conflitos de interesse Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Crise boa para investir
Próxima matéria
De volta ao passado?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Crise boa para investir
Os proprietários dos 3,5 bilhões de reais confiados à gestão de Florian Bartunek estão felizes com o Brasil. Estrangeira...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}